Filtragem de carbonoA filtragem de carbono é o processo de utilização de carvão ativado para remover as impurezas da matéria como o ar e a água. Este método funciona através da absorção de substâncias químicas nocivas e outros contaminantes. A filtragem do carvão ativado pode remover compostos orgânicos voláteis, cloro e sedimentos.

Remover as impurezas do ar é um dos principais objetivos da filtragem de carbono. O método de filtragem também pode tirar o mau cheiro associado a estas impurezas. Ele pode ser usado para fins benignos como refrescar o ar em uma sala ou como um agente protetor contra os elementos tóxicos como gases radioativos.

Filtragem de carbono é uma forma comum de remover as impurezas da água para melhorar o sabor e promover a qualidade do líquido, e até como forma de promover a qualidade do meio ambiente. É comumente comercializado para uso doméstico em produtos, incluindo lançadores de água especializados e torneiras. Este tipo de filtragem remove o cloro principalmente, além de vários outros contaminantes.

Filtro de carbono ativadoA grande desvantagem da água filtrada com carbono é que o carvão ativado pode elevar o número de bactérias pseudomonas. Por esta razão, é aconselhável manter todos os itens utilizados no processo de filtração limpos e, ocasionalmente, esterilizá-los. Águas filtradas por sistemas de grande porte e que utilizam a filtragem de carbono devem ser periodicamente testadas por um laboratório.

O carvão ativado é um filtro eficaz porque tem sido tratado para ser especialmente poroso. É mais eficaz no processo de filtragem de carbono quando a matéria pode passar através do carbono lentamente, permitindo que seus “poros” retenham os contaminantes da melhor forma possível. A densidade e o número de poros em carvão ativado também têm um efeito sobre o processo de filtração.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Meio Ambiente
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Meio Ambiente