Indústria chinesa deve manter competitividade em 2012As indústrias da China devem continuar como as mais competitivas no mercado global em 2012, mas sua força será enfraquecida devido aos impactos da crise financeira global. É o que aponta um estudo divulgado ontem pela Academia Chinesa de Ciências Sociais (CASS).

Segundo o levantamento, a estagnação do crescimento nas economias desenvolvidas e as pressões sobre a valorização do yuan podem afetar a competitividade global das indústrias chinesas em 2012.

A China ainda tem confiança de que vai manter o topo da lista em termos de competitividade global no próximo ano, mas suas ações nas exportações mundiais mostraram sinais de tendência decrescente em 2011 e os riscos de um declínio em 2012, disse Zhang Qizi, pesquisador do Instituto de Economia Industrial da CASS, em entrevista coletiva.

A crise da economia global está prejudicando as exportações da China. Com a recessão, o protecionismo comercial contra produtos chineses pode diminuir a demanda desse país.

As exportações chinesas responderam por 8,7% do total mundial em 2007, subiram para 8,86% em 2008, 9,6% em 2009 e 10% em 2010.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Comércio Internacional
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Comércio Internacional