Processo de aspersão térmicaAspersão térmica é uma técnica de revestimento que pulveriza um material aquecido sobre uma superfície com a função de cobrir e proteger. Vários materiais podem ser usados em pulverização térmica, mas os três mais comuns são os metais, a cerâmica e os plásticos; antes de serem aquecidos, podem estar na forma líquida, em vara ou em pó. A execução do processo de aspersão térmica pode ser feita para proteger ou reparar a superfície de um material. Uma das maiores vantagens de usar um spray térmico é que ele pode depositar uma grande quantidade de material muito rapidamente. Ao contrário de outros métodos de revestimento, a pulverização térmica não usa compostos orgânicos voláteis (VOCs), o revestimento se resfria rapidamente e materiais que requerem grandes quantidades de calor para derreter podem ser usados na pulverização.

A aspersão térmica pode ser criada usando metal, cerâmica ou plástico, sendo que, destes materiais, os mais comuns são o metal e o plástico. Para criar um spray térmico, a matéria-prima é colocada em um forno que aquece o material até que derreta. A matéria-prima pode ser adicionada ao forno em forma de pó, vara, ou líquido, embora a forma líquido seja a mais incomum.

Um benefício da pulverização térmica é que o revestimento de uma superfície gera uma barreira de proteção. Por exemplo, uma superfície revestida com um metal forte se tornará mais resistente ao desgaste, ao calor, à abrasão e às forças magnéticas. Outro benefício é que a aspersão térmica pode reparar a superfície de alguns materiais. Uma barra de ferro, por exemplo, pode ser pulverizada com ferro para preencher as seções desgastadas.

aspersão térmicaMuitos métodos de revestimento só se aplicam a vários micrômetros de material a uma superfície, o que não é muito eficaz se uma grande quantidade de material é necessário para proteger adequadamente a superfície. Com o processo de pulverização térmica, o spray pode adicionar até vários milímetros de material de uma só vez, formando um revestimento de camada mais grossa. Isso significa que o processo de pulverização é normalmente concluído em muito menos tempo.

Alguns materiais e métodos de revestimento requerem o uso de compostos orgânicos voláteis nocivos que podem afetar as pessoas e o meio ambiente, mas a pulverização térmica não exige qualquer uso de COV. A técnica de aspersão térmica esfria os materiais muito rapidamente, o que permite que o revestimento se forme em um curto espaço de tempo. O metal tem uma alta temperatura de fusão, e muitos outros métodos de pulverização e técnicas de revestimento são incapazes de derreter o metal. A técnica de aspersão térmica é capaz de produzir alta quantidade de calor necessária, permitindo que os operadores utilizem uma grande variedade de materiais.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Metal Mecânica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Metal Mecânica