Instituto alemão cria índice econômico baseado em transporteEnquanto os economistas se debruçam sobre as decisões de bancos centrais, taxa de juros, números de varejo e índices de confiança dos consumidores para analisar os sinais de saúde da economia, uma nova variável pode ajudar a dar pistas sobre o futuro financeiro dos países: o transporte de cargas.

Acadêmicos do Instituto para o Estudo do Trabalho, com sede em Bonn, Alemanha, desenvolveram um sistema, chamado de Índice de Pedágio, para aproveitar dados de transporte e logística para os indicadores da produção industrial na maior economia da Europa.

"Os pedágios são usados para cobrar as pessoas e financiar nossas estradas. Mas nós vamos utilizá-los para fazer previsões antecipadas a respeito da economia", afirma Klaus Zimmermann, um dos diretores do instituto.

A maioria dos caminhões na Alemanha utiliza uma tecnologia com GPS ligada a um sistema de satélite para o pagamento dos pedágios nas estradas do país. Os dados - que calculam o número de viagens realizadas através das fronteiras – são então utilizados pela equipe de Zimmerman para a previsão econômica.

Jens Bjorn Andersen, chefe na DSV, uma das maiores empresas de transportes da Europa, aponta que a indústria é um dos primeiros setores a sentir o impacto de uma crise da economia. A indústria sofre se os consumidores reduzem os gastos, porque há menos necessidade de transporte de mercadorias.

Instituto alemão cria índice econômico baseado em transporteA logística foi atingida por uma queda rápida de volumes após o terceiro trimestre de 2008, quando a crise global entrou em cena, disse Andersen. "A desaceleração da economia no mundo inteiro provavelmente foi vista primeiro nas empresas de transporte", acrescentou.

De acordo com Zimmermann, a indústria de transporte é capaz de dar pistas rápidas sobre o status da economia, ao invés de ter que esperar semanas ou meses pelos dados oficiais. "[É] o primeiro prognóstico da economia, que é realmente mais eficiente do que os indicadores econômicos convencionais", disse ele.

Nikolaus Askitas, diretor-chefe do instituto de tecnologia, disse ter considerado explorar o transporte em rios e ferrovias para o índice de pedágio (tool index), mas o transporte por caminhões oferece os melhores dados. "[Como você] pode trazer o produto do local de produção até o porto ou da estação ferroviária? Com caminhões", disse Askitas.

O Índice de Pedágio ainda tem algumas falhas, como a incapacidade de diferenciar entre os caminhões que estão transportando mercadorias para exportação e os que estão fazendo transporte interno. Mas seus desenvolvedores argumentam que a velocidade de sua análise de dados oferece uma visão sobre os movimentos do mercado no momento em que estão acontecendo.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Armazenagem & Logística
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Armazenagem & Logística