Navio japonês vai perfurar reservas do pré-sal a partir de 2012Um navio de perfuração de petróleo, de propriedade de três grandes firmas japonesas, deverá iniciar as operações nas reservas brasileiras do pré-sal a partir de fevereiro de 2012. A embarcação, uma operação conjunta das companhias Mitsui&Co., Nippon Yusen e Kawasaki Kisen Kaisha, será fretado para a empresa brasileira de petróleo Petrobras por um período máximo de 20 anos.

Com investimento total de construção e operação de US$ 820 milhões, o navio foi construído na Coreia do Sul pela Samsung Heavy Industries. A expectativa de receita fica em torno de US$ 3,333 bilhões. As informações são do jornal econômico japonês Nikkei.

A Etesco Drilling Services, uma joint venture entre as três companhias japonesas proprietárias junto com a firma Japan Drilling e outras duas empresas do Brasil e dos Estados Unidos, comandará as operações.

A embarcação tem 218 metros de comprimento e pode operar em águas de cerca de 3 mil metros de profundidade e fazer perfurações de 12 mil metros.

As operações permitirão às empresas japonesas adquirir experiência no terreno para enfrentar a demanda no campo dos recursos naturais, ressalta o jornal japonês.

O pré-sal são as reservas petrolíferas descobertas pelo Brasil no oceano Atlântico a grande profundidade, debaixo de uma camada de sal de  2 km de espessura e que podem transformar o país em um dos maiores exportadores de petróleo e gás do mundo.

Atualmente, o pré-sal representa 2% da produção do Brasil, mas espera-se que aumente para 18% em 2015 e 40% em 2020.

(com informações da EFE)

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás