A Companhia Vale do Rio Doce vai gastar cerca de US$ 20 milhões para se adequar à lei Sarbanes-Oxley, informou o diretor-executivo de Finanças da mineradora, Fábio Barbosa, na sexta-feira. Ele pretende concluir o processo de adequação ainda este ano, antecipando o prazo dado pela Securities and Exchange Commission (SEC). 'Vamos tentar cumprir o prazo originalmente estabelecido', disse Barbosa à Reuters. O prazo inicial de adequação pelas empresas era julho de 2005, mas foi prorrogado para o ano que vem. 'É um conjunto de normas extremamente rigoroso e vai trazer custos para as companhias...mas não temos dificuldade de transparência porque achamos que isso agrega valor', disse.

Autor(es): Valor

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas