Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

SP assina convênios para Parques Tecnológicos no interior

Parques tecnológicos são espaços em que empresas e instituições associadas criam um ambiente favorável à atração de investimentos em tecnologia e inovação.

Mais notícias relacionadas a tecnologia & inovação:

Tipos de ferramentas de diagnóstico em computadores
Para identificar erros e reparar computadores, um técnico precisa de ferramentas de hardware e software.


Monitor industrial de LCD
Um monitor de LCD industrial difere da tecnologia dos desktops caseiros apenas em sua robustez.


Vettor inova com loja virtual no setor industrial
São aproximadamente 60 produtos para torres de resfriameto de água, em página totalmente dedicada à ...


SP assina convênios para Parques Tecnológicos no interiorAs cidades paulistas de Botucatu, Piracicaba, São José do Rio Preto e Sorocaba terão R$ 18,3 milhões destinados à criação de parques tecnológicos. Os convênios com as prefeituras foram assinados ontem pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e pelo secretário de Desenvolvimento Econômico Ciência e Tecnologia, Paulo Alexandre Barbosa.

A verba resulta na construção de incubadoras de empresas de base tecnológica, centros empresariais, ampliação e conclusão de obras civis.

"Nós estamos liberando recursos para incubadora de empresas de base tecnológica, laboratórios, áreas centrais, centros administrativos e as empresas, as universidades, os institutos de pesquisa vêm para o parque, em vários modelos. A pequena empresa vem para a incubadora. Em outros casos, a empresa cresceu, então elas erguem seus centros de pesquisa e desenvolvimento, inovação tecnológica no parque. Enfim, tem vários modelos. A inovação tecnológica alarga as fronteiras do comércio brasileiro, porque não há como você ter mais competitividade e mais eficiência sem inovação, sem avanço do conhecimento", explicou o governador.

São Paulo vem se concentrando na criação dos parques tecnológicos nos últimos dois anos. São espaços em que empresas e instituições associadas criam um ambiente favorável à atração de investimentos em tecnologia e inovação.

De acordo com o secretário Paulo Alexandre Barbosa, a integração entre empresas, universidades e centros de pesquisas, além de gerar renda, contribui para o desenvolvimento econômico, tecnológico e sustentável do Estado.

SP assina convênios para Parques Tecnológicos no interiorEm 2011, as seguintes cidades receberam incentivos de parques tecnológicos:

São José do Rio Preto: construção de uma incubadora de empresas de base tecnológica, de um centro empresarial e da sede administrativa do Parque Tecnológico de São José do Rio Preto. Valor: R$ 7,2 milhões.

Botucatu: aditamento de recursos para ampliação e conclusão das obras do prédio da Administração, da portaria, de ruas e asfalto para a circulação interna, guias, sarjetas e passeios do Parque Tecnológico de Botucatu. Valor: R$ 4 milhões.

Sorocaba: obras civis para construção do Núcleo do Parque Tecnológico de Sorocaba - Fase II. Valor: R$ 6 milhões.

Piracicaba: aditamento de recursos para a conclusão das obras civis do Núcleo do Parque Tecnológico de Piracicaba. Valor: R$ 1,178 milhão.

Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec)

Desde 2003, o SPTec oferece apoio e suporte aos parques tecnológicos, com o objetivo de atrair investimentos e gerar novas empresas intensivas em conhecimento ou de base tecnológica.

Em todo o estado de São Paulo, são 19 iniciativas para implantação de parques tecnológicos, sendo duas com credenciamento definitivo: Parque Tecnológico de São José dos Campos e o ParqTec de São Carlos e outras 17 com credenciamento provisório: Araçatuba, Barretos, Botucatu, Campinas (três iniciativas: Polo de Pesquisa e Inovação da Unicamp, CPqD e CTI-TEC), Ilha Solteira, Mackenzie -Tamboré, Piracicaba, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, EcoTecnológico Dahma São Carlos, São José do Rio Preto, São Paulo (duas iniciativas: Jaguaré e Zona Leste) e Sorocaba.

Como fazer parte do SPTec

Para fazer parte do SPTec, a prefeitura ou a entidade gestora do parque tecnológico deve encaminhar um ofício à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT) e solicitar sua inclusão no sistema. Após a aprovação dos documentos, o credenciamento é feito e vale por 2 anos.

Para conseguir o credenciamento provisório no sistema, é necessário enviar a SDCET os seguintes documentos: comprovação de propriedade de uma área de no mínimo 200 mil m² documento manifestando o apoio à implantação do parque subscrito por empresas locais, bem como centros e instituições de ensino e pesquisa; apresentação de projeto básico do empreendimento, contendo o esboço do projeto urbanístico e estudos prévios de viabilidade econômica, financeira e técnico-científica e a apresentação de requerimento por parte da pessoa jurídica justificando o pleito.

Parques tecnológicos que já existem

Parque Tecnológico de São José do Rio Preto
Área: 846.400 m²
Área construída: 7.766 m²
Especialidades: Saúde, Instrumentação, Química, Informática e Agronegócios.
O Governo do Estado investiu até o momento: R$ 7.200.000,00 para a construção de uma incubadora de empresas de base tecnológica, de um centro empresarial e da sede administrativa do Parque Tecnológico de São José do Rio Preto

Parque Tecnológico de Botucatu
Área: 280 mil m²
Área construída: 1.860 m²
Especialidades: Bioprocessos, Serviços Ambientais, Produtos Florestais, Produtos Naturais da Fauna e Flora,Tecnologias Sociais e Logística.
De 2010 a 2011, o Governo do Estado repassou o total de: R$ 9.081.096,51 para a elaboração do Projeto de Ciência e Tecnologia do Parque e construções civis, que incluem portaria, ruas, sarjetas e o prédio da administração.

Parque Tecnológico de Sorocaba
Área: 1.178.600 m²
Área construída: 6 mil m²
Especialidades: Eletro metal mecânica - Automobilística, Tecnologia da Informação e Comunicação e Energias Limpas e Renováveis.
De 2008 a 2011, o Governo do Estado repassou o total de: R$ 12.146.168,52 para obras civis e estudos de viabilidade técnica.

Parque Tecnológico de Piracicaba
Área: 422 mil m² (terreno cedido pela USP)
Área construída: Aproximadamente 4 mil m²
Especialidades: Simulação e Modelagem, Métodos Quantitativos, Especializado Metrologia, Metalografia, Mecatrônica e Automação e Agroindustrial
De 2008 a 2011, o Governo repassou o total de: R$ 7.745.007,92 para obras civis e estudos de viabilidade técnica.

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a tecnologia & inovação:

Fundamentos do sistema hidráulico

No nível mais básico, qualquer sistema hidráulico pode ser explicado como uma força que é aplicada a um ponto, ou um pistão, e é então transmitida ...
Red&White cria solução para projetos pré-configurados de SAP

Solução recentemente lançada pela Red&White, que acelera e reduz os custos de implementação de sistemas de gestão SAP, o novo SAP R&W Gold ganha ...
Toyota testa carros que se comunicam entre si e com o trânsito

A Toyota está testando no Japão um sistema de segurança que permite a comunicação entre veículos e com as ruas e estradas. O chamado Intelligent Transport ...
Como funciona um circuito de ultrassom

Sons são ouvidos em toda a natureza, exceto no vácuo do espaço. Humanos e animais muitas vezes dependem do som para obter informações de navegação ...
Fluidodinâmica computacional

Fluidodinâmica computacional é o estudo do comportamento de fluidos - líquidos e gasosos - com o uso de poderosos computadores rodando softwares de métodos numéricos. O conhecimento da intera ...
Tudo sobre o AutoCAD

O AutoCAD, criado pela Autodesk, é o programa de desenho técnico mais utilizado em todo o mundo. Em sua versão 2012, tem mais de 1,25 milhões de ...
Tecnologias sem fio preparada para up grade industrial

A população mundial de usuários de smartphones subiu mais de um bilhão durante esta semana, e a adoção de tais dispositivos sem fio no ambiente industrial ...

Tecnologia & Inovação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Tecnologia & Inovação


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google