Logística: a arte de gestão de inventárioLogística, um termo vindo do cotidiano das forças armadas, é a arte e a ciência de administrar e controlar o fluxo de mercadorias, informação, energia e outros recursos como produtos, serviços e pessoas, a partir da fonte de produção para o mercado. É difícil realizar qualquer comercialização ou fabricação sem apoio logístico.

Ela envolve a integração de informação, transporte, estoque, armazenagem, manuseio de materiais e embalagens. A responsabilidade operacional da logística é o reposicionamento geográfico de matérias-primas, material em processo e, por fim, a gestão de inventários, quando necessário, ao menor custo possível. Os serviços de armazenagem e logística e cadeia de suprimentos geralmente são prestados por uma ampla gama de fornecedores terceirizados.

Nos antigos impérios grego, romano e bizantino, havia oficiais militares de 'logistikas’, que eram responsáveis por assuntos financeiros e de distribuição de suprimentos.
Gestão logística é a parte da cadeia de abastecimento que planeja, implementa e controla fluxo reverso e armazenamento de bens, serviços e informações relacionadas entre o ponto de origem e o ponto de consumo, a fim de atender aos requisitos dos clientes de forma eficaz e rápida.

Empresas de logística

Logística como um conceito de negócio evoluiu somente na década de 1950, começando pelos Estados Unidos e Europa. Isso aconteceu, principalmente, devido à complexidade crescente de fornecer um negócio para enviar para fora produtos em uma cadeia de suprimentos cada vez mais globalizada, criando a demanda por especialistas na área da logística chamada de supply chain. A melhor definição é “ter o item certo na quantidade certa na hora certa no lugar certo pelo preço certo” e é a ciência do processo e incorpora todos os setores da indústria. O objetivo do trabalho de logística é gerenciar a fruição dos ciclos de vida do projeto, as cadeias de suprimento e a eficiência resultante.

Logística: a arte de gestão de inventário

Em uma empresa, a logística pode ter o foco interno (logística inbound) ou o foco externo (logística outbound), que cobre o fluxo e armazenamento de materiais de ponto de origem até o ponto de consumo. As principais funções de um gerente de logística incluem a gerência de inventário, compra, transporte, armazenagem e a organização e planejamento destas atividades. Gerentes de logística combinam um conhecimento geral de cada uma destas funções, para que haja uma coordenação de recursos em uma empresa.

Existem duas formas fundamentalmente diferentes de logística: uma otimiza um fluxo constante de material através de uma rede de ligações de transporte e gargalos (ou nós) de armazenamento; o outro coordena uma seqüência de recursos para realizar algum projeto.

Logística de produção

O termo é usado para descrever processos logísticos dentro de uma indústria. O objetivo da logística da produção é garantir que cada máquina e estação de trabalho está sendo alimentado com o produto certo na quantidade certa e qualidade no ponto certo no tempo.

A questão não é o transporte em si, mas agilizar e controlar o fluxo, agregando valor e eliminando processos sem valor. Logística de produção pode ser aplicada em setores já existentes, assim como novos locais. A fabricação em uma planta industrial já existente está sempre em constante mutação. Máquinas e equipamentos são trocados e novos processos adicionados, o que dá a oportunidade de melhorar o sistema de logística de produção em conformidade. Logística de produção fornece os meios para alcançar a resposta do cliente e a eficiência do capital.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Armazenagem & Logística
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Armazenagem & Logística