Empresa avalia como produtiva sua participação na sétima edição da FIMMA, feira da indústria moveleira realizada em Bento Gonçalves, RS.

Com perspectivas concretas de venda de máquinas da linha Helitronic Power e Woodtronic C-5, a WALTER do Brasil, subsidiária da WALTER AG, com sede em Sorocaba, avaliou como extremamente produtiva sua participação na sétima edição da Feira Internacional de Máquinas, Matérias-Primas e Acessórios para a Indústria Moveleira (FIMMA), realizada entre os dias 15 e 19, na cidade de Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul.

Para o gerente de máquinas da WALTER, Odanir Lopes, a meta de consolidar a marca num ramo industrial em que a atuação da empresa não era, até então, muito conhecida, foi alcançada. "Conseguimos mostrar que nossos equipamentos oferecem a mais alta tecnologia em termos de produtividade e qualidade dentro desse segmento", afirmou.

Quase 100 interessados nos novos modelos expostos pela WALTER visitaram o estande montado no Parque de Eventos. Entre os contatos com potencial de negócios mantidos, quatro eram de representações empresariais de países da América do Sul: Argentina, Chile (este um dos maiores exportadores de madeira do continente), Equador e Peru.

Representante da WALTER no Rio Grande do Sul, a Compomac, também participou da FIMMA.

OS NOVOS MODELOS

Foram três os novos modelos que a WALTER expôs em sua segunda participação na FIMMA. A Woodtronic C-5 é utilizada na fabricação e reafiação de discos de serras com insertos de metal duro. A Walter propõe, com a máquina, uma solução de alta tecnologia e de custo benefício atraente.

Foram apresentadas ainda, nesta edição da Feira, as máquinas Helitronic Power com sistema tipo disco de carga e descarga de até 40 ferramentas e Heli Toolcheck. A primeira produz serras com diâmetro de até 320 mm e outras ferramentas rotativas utilizadas na indústria da madeira, como fresas, brocas, etc. Já a máquina de medição Heli Toolcheck, oferece excelente apoio para controle das ferramentas produzidas e ou afiadas na Helitronic Power.

A FEIRA

Maior evento da indústria moveleira da América Latina (incluído, aí, o México), a sétima edição da FIMMA reuniu 600 expositores de 10 países, 9 estados brasileiros e registrou, segundo dados da organização, público de 35 mil visitantes. O volume de negócios foi da ordem de US$ 280 milhões, acima das expectativas iniciais dos promotores do evento.

Somente no estande do Banco do Brasil foram realizados financiamentos da ordem de R$ 70 milhões. Outro destaque ficou por conta do "Projeto comprador", encontro entre importadores e fabricantes brasileiros de matérias-primas e acessórios para móveis.

Autor(es): Press Office Comunicação Integrada

facebook      twitter      google+

Máquinas & Equipamentos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Máquinas & Equipamentos