Mangas eletrônicas de monitoramento de eficiênciaEm um futuro próximo, mangas informatizadas poderão permitir que os chefes de produção monitorem e registrem os movimentos dos trabalhadores para elaborar uma série de dados de eficiência industrial.

Por enquanto, as mangas são apenas protótipos desenvolvidos na Alemanha. Mas os dispositivos se destinam a substituir a marcação por cronômetro dos chamados "senhores do tempo" em volta dos empregados para avaliar a sua eficiência.

Sistemas de captura de movimento (tais como aqueles usados ​​para animar personagens gerados por computador em filmes) podem permitir o monitoramento da eficiência em pé de igualdade com as mangas, mas esses sistemas de tecnologia e inovação exigem softwares especiais, câmeras de vídeo caras e outros elementos impraticáveis. Assim, um par de luvas respiráveis e anatômicas pode se tornar a principal ferramenta de microgestão em uma indústria no futuro próximo.

"O atual método do cronômetro apenas permite que um organizador de processos calcule o tempo de cinco pessoas simultaneamente, dependendo da situação", disse o gerente de pesquisas Martin Woitag, do Instituto Fraunhofer em um comunicado de imprensa . "Nossa solução possibilita o registro de tempo simultaneamente, mesmo nos locais de trabalho diversos, sem a necessidade de trabalho adicional".

Mangas eletrônicas de monitoramento de eficiênciaCada luva possui um sensor do tamanho de caixa de fósforos no antebraço. Conforme um trabalhador industrial faz os movimentos de montar algo parecido com uma placa de circuito, por exemplo, os sensores de aceleração gravam parte do corpo, velocidades angulares e posições e enviam as informações para um computador. Um software especial, então, combina os dados para avaliar os movimentos comuns como ir para a frente e para trás, agarrar objetos e liberá-los.

Pelo registro de dados durante vários dias, dizem os criadores da luva, os funcionários vão esquecer que estão usando um monitor em seus braços, o que pode proporcionar uma leitura mais fiel sobre a sua eficiência de trabalho.

"O fator de estresse para os funcionários é muito alto com alguém os observando e eles podem não executar as suas tarefas em sua velocidade usual. Para as empresas, isso exige bastante do trabalho da equipe e, portanto, incorre em custos elevados", de acordo com a divulgação do instituto.

Por um lado, a nova ferramenta pode pressionar ainda mais os trabalhadores por metas e produtividade. Mas, pelo lado positivo, dizem os especialistas alemães, também existe a possibilidade de avaliar e melhorar a ergonomia do trabalho, além de preservar os funcionários do estresse de ter sempre alguém observando sua performance.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Tecnologia & Inovação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Tecnologia & Inovação