REUNIÕES: Representantes da chinesa BaoSteel, da francesa Arcelor, da Companhia Vale do Rio Doce, do governo do Maranhão e do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) realizaram ontem a terceira reunião para discutir a instalação da primeira unidade industrial na capital maranhense. 'Estamos analisando as pendências ligadas ao projeto', disse o secretário estadual de Indústria e Comércio do Maranhão, Ronaldo Braga. O pólo siderúrgico de São Luís representa investimento de US$ 11 bilhões em 3 siderúrgicas para a fabricação de até 21 milhões de toneladas de aço por ano, que serão escoadas pelo Complexo Portuário do Itaqui.

Autor(es): Estadão

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia