Equilibrando os desejos de empregadores e funcionáriosEmpregadores e funcionários se deparam, durante todo o tempo da carreira, com questões críticas no ambiente de trabalho. As empresas querem encontrar pessoas de confiança e talentosas, que possam ajudar no crescimento do negócio; por sua vez, os empregados procuram um ambiente de trabalho que lhes convém e paga bem.

Equilibrar os desejos e metas de cada um é uma tarefa complicada. A compreensão das necessidades de cada lado, porém, ajuda empresas e funcionários a encontrar um meio termo, em que ambos podem ter sucesso e conseguir o que mais precisam.

Recrutamento


Os empregadores têm como objetivo recrutar os melhores talentos pelo menor custo possível. Isso é necessário para tornar seus negócios mais e mais rentáveis. Empregados devem tomar este fato como óbvio quando se discute salário inicial após a contratação ou um aumento. Faz sentido que os funcionários queiram ganhar dinheiro tanto quanto possível, mas eles devem entender as limitações e restrições que os empregadores enfrentam.

O tamanho de uma empresa e da indústria em que ela atua pode limitar os salários que a companhia oferece, assim como a saúde geral da economia e da indústria. No entanto, o empregador pode fornecer condições de trabalho mais flexíveis e melhores benefícios se ele não pode fornecer mais dinheiro.

Encontrando um emprego

As pessoas geralmente desejam achar um emprego que corresponda aos seus interesses e lhes permita viver confortavelmente. Empregadores podem ter de desembolsar mais dinheiro para reter talentos. Isso pode ser uma concessão dolorosa. Mas, para se manter competitiva e ter sucesso, é necessário ter os funcionários mais criativos e eficientes disponíveis.

Empregados são mais propensos a permanecer em uma empresa se os empregadores lhes oferecem um bom incentivo. Isso não significa apenas salário, mas também envolve proporcionar um ambiente de trabalho favorável e desafiador, onde as vozes dos funcionários são ouvidas e valorizadas.

Equilibrando os desejos de empregadores e funcionáriosAmbiente de trabalho

Os empregadores precisam de funcionários que podem fazer o seu trabalho e conviver uns com os outros. Mediar disputas entre indivíduos diferentes na empresa desperdiça tempo e recursos. Os empregadores querem confiar na capacidade de relacionamento de seus subordinados.

Os funcionários também querem trabalhar em um ambiente onde eles estão habilitados para fazer seu trabalho por ter os recursos necessários para faze-lo da melhor forma possível. Isso pode reduzir o tempo de muitas das dificuldades decorrentes de conflitos pessoais.

Formação adequada, gestores atenciosos, autonomia para tomar decisões dentro dos limites de uma descrição do trabalho e um orçamento disponível para fazer seu trabalho bem tornam o trabalho de um empregado mais fácil e menos frustrante.

Habilidades

Ter as habilidades e treinamento para fazer um trabalho é outra questão crítica. Aqueles que foram demitidos podem ter que ser treinados novamente para fazer um trabalho completamente novo.

Gerentes de negócios, por exemplo, precisam exercitar sua gestão de tempo para cuidar de todos os seus clientes. Já os gerentes de banco de dados precisam manter-se atualizados sobre as mais recentes ferramentas de seu setor. Essa responsabilidade é compartilhada entre empregados e empregadores.

Os funcionários devem mostrar interesse em prosseguir com formação complementar e eles talvez precisem fazer isso em seu tempo livre e com seu próprio dinheiro. As entidades patronais, por sua vez, devem estimular sua força de trabalho a ser tão produtiva quanto possível, oferecendo oportunidades de desenvolvimento profissional em troca da formação ampliada.

Isso contribui para a retenção de funcionários, assim como os pacotes de benefícios e comunicação aberta entre a gerência e os funcionários que ela comanda.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Carreira Industrial
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Carreira Industrial