Revestimento em pó de poliésterO revestimento em pó de poliéster é um material seco pulverizado sobre uma peça de trabalho e, em seguida, curado para formar uma camada protetora. Este método de cobrir e proteger objetos tem uma série de vantagens sobre os convencionais revestimentos molhados. O revestimento com pó de poliéster cria um acabamento mais forte e mais durável, sendo mais econômico e mais seguro para o meio ambiente do que muitas formas de revestimentos líquidos. Como resultado, estes sistemas de revestimento em pó se tornaram muito comuns nos processos comerciais e industriais.

Na maioria dos casos, um revestimento em pó de poliéster em metal começa com a produção de grânulos de poliéster industrial. Estes grânulos variam em tamanho, mas são geralmente do tamanho de uma bola de gude. Os grânulos são misturados com corantes, produtos químicos e, em seguida, inseridos em uma máquina extrusora, onde a mistura é aquecida até que derreta e forme uma massa uniforme. A extrusora empurra o material misturado, sendo laminado e deixado no processo de cura ou secagem. As lâminas já secas são cortadas em pequenos pedaços e, em seguida, moídas em pó.

Existem dois tipos principais de revestimento em pó de poliéster: os revestimentos termofixos e termoplásticos. Um revestimento termofixo sofre uma reação química quando aquecido, fazendo com que o revestimento seja mais forte do que suas partes constituintes. Um revestimento termoplástico simplesmente funde-se durante o processo de cura. Embora os revestimentos termoplásticos não se mostrem tão fortes como os termofixos, eles são mais fortes do que a maioria dos convencionais revestimentos molhados.

revestimento com pó de poliésterO método mais comum de utilizar o pó de poliéster para revestimento é no processo de revestimento eletrostático. O pó é pulverizado através de um sistema que confere uma carga positiva para as partículas. Estes sistemas podem usar um pulverizador simples portátil ou pode ser uma grande câmara de pulverização fechada. Quando o pó atinge a peça de trabalho, a diferença de carga elétrica causa a junção das partículas.

Após a peça de trabalho estar completamente revestida, ela é colocada em um forno de cura. Estes fornos são geralmente grandes fornos convencionais, semelhantes aos encontrados em uma cozinha doméstica, ou um grande forno de cozinha industrial.

Um dos maiores benefícios do revestimento com pó de poliéster é o menor custo do processo. Além de proporcionar maior proteção das superfícies revestidas, o procedimento quase não apresenta defeitos em relação ao acabamento final, o que reduz os custos de revestimento. Outra vantagem é que o pó excedente pode ser recolhido e reutilizado, ao contrário dos métodos de revestimentos molhados, em que qualquer excedente é perdido. Por último, a máquina para criar um sistema de pó seco geralmente custa menos do que um sistema molhado.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Metal Mecânica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Metal Mecânica