Pesquisadores vão construir avô do computador modernoHá quase 200 anos atrás, o engenheiro Charles Babbage fez planos para construir um motor com os componentes básicos de um computador moderno. A máquina nunca foi construída, mas agora pesquisadores do Reino Unido se planejam para tirar do papel o antigo computador mecânico.

Em 1837, o famoso engenheiro inglês Charles Babbage projetou um computador mecânico de bronze e ferro e alimentado a vapor e deu a ele o nome de “Máquina Analítica”. Isso aconteceu 100 anos antes de o matemático Alan Turing estabelecer os princípios da computação moderna, que abriram caminho para os atuais modelos eletrônicos.

A máquina de Babbage é reconhecida como um computador de propósito geral - mas nunca foi construída. O conhecimento de seu projeto permaneceu desconhecido para os engenheiros ao longo do século 20.

Neste ano, porém, Doron Swade, historiador de computadores, e John Graham-Cumming, programador, estão trabalhando para construir a Máquina Analítica, quase dois séculos depois de sua concepção.

"A Máquina Analítica incorpora quase todas as características lógicas de um computador digital eletrônico moderno", disse Swade. “exceto que é mecânico, por isso, é como se fosse o avô da computação”.

Pesquisadores vão construir avô do computador modernoConhecido como Plano 28, o projeto de tecnologia e inovação será lançado oficialmente nas próximas semanas. A dupla já levantou cerca de 120 mil euros para execução. Eles estimam que todo o projeto vai custar cerca de 12 milhões de euros (15.400 mil dólares), vindo principalmente de doações privadas.

Nenhum dos desenhos originais da Máquina Analítica está completo. Então, a primeira providência de Swade e Grahame-Cumming é fazer um conjunto completo de desenhos usando os cadernos de anotações de Babbage, que foram digitalizados pelo Museu de Ciência de Londres.

Concepção engenhosa

Depois disso, Graham-Cumming e Swade vão gerar um modelo tridimensional virtual, o que dará início à construção. Eles esperam ter o motor em funcionamento em cerca de 10 anos.

Graham-Cumming, diretor executivo do Plano 28, disse que um computador mecânico funciona quase exatamente como um eletrônico.

"Ele tinha memória, embora feita de bronze, em vez de silício. Também possuia uma unidade central de processamento, o chip, na parte central da máquina, feita de engrenagens”, explicou. "A máquina tinha um programa de cartões feitos de papel colados ou marfim e uma impressora”.

Graham-Cumming acrescentou que o motor teria cerca de um kilobyte de memória - cerca de um milhão de vezes menor do que a média dos notebooks de hoje em dia.  Ele descreveu a memória como pilhas de engrenagens de bronze, cada uma contendo os números 0 a 9. Com uma pilha, você pode escrever um número de até 30 dígitos.

Programação

A unidade de processamento central da Máquina Analítica, que Babbage chamou de usina, era ainda mais complexa. Além de simples procedimentos matemáticos, a máquina deveria realizar a operação de comparação, que é a capacidade de olhar para própria memória do computador, ler os números, e então tomar uma decisão.

De acordo com Graham-Cumming, quem conhece um pouco de programação básica do computador de hoje em dia seria capaz de programar a máquina analítica rapidamente. Usando aritmética básica, você pode usar a memória para representar coisas diferentes.

Uma das principais motivações do projeto é considerar como a história da tecnologia da informação pode ter mudado, se Babbage tivesse realmente construído o seu computador.

"Poderia ter existido uma era da informação no século 19 se Babbage tivesse seguido com o projeto?", questionou Swade. "Ou será que o mundo deveria mesmo ter esperado os jovens do Vale do Silício para implementar os princípios da computação, pois os princípios foram incorporados em seus projetos?”.

Swade rejeita a noção de que Babbage nunca construiu suas máquinas devido às limitações de engenharia do século 19.

Swade anteriormente liderou um projeto de 17 anos para construir uma outra peça de Babbage, chamada de Motor de Diferença Número Dois. A calculadora mecânica de cinco toneladas é feita de 8.000 peças.

Quando os pioneiros da computação moderna começaram a trabalhar, eles reinventaram princípios de Babbage, ignorando grande parte da sua obra. No entanto, nos próximos anos, o Plano 28 deve ser capaz de nos mostrar o quão perto o precursor da informática chegou.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Tecnologia & Inovação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Tecnologia & Inovação