O grupo finlandês Outokumpu vai pagar R $ 3,6 milhões para adquirir a Inoxum, unidade de produção de aço inoxidável da ThyssenKrupp. A Inoxum, cuja unidade o grupo alemão pensava em vender desde maio do ano passado - será fundida à Outokumpu para formar uma nova empresa, sendo líder mundial em aço inoxidável.

Em troca, a empresa ThyssenKrupp recebe um pagamento em dinheiro de 1,0 bilhões de euros, mais uma participação de 29,9% no novo grupo.

O negócio foi acordado, em princípio, pelos conselhos de administração das duas empresas e também tem o sinal verde de representantes dos trabalhadores no grupo alemão, após "tensas" negociações sobre a garantia de emprego e a continuidade das operações em locais diferentes da unidade. A fusão agora precisa do sinal verde de diferentes autoridades reguladoras envolvidas.

ThyssenKrupp – A siderúrgica é uma das 14 maiores do mundo e também um dos principais fabricantes de elevadores, submarinos e peças de carros. O grupo havia anunciado em maio de 2011 que planejava vender sua subsidiária de aço inoxidável, como parte de um programa de desinvestimento maciço de 10 bilhões de euros.

Em dezembro, vendeu a empresa de construção naval e civil Blohm + Voss para o fundo de investimento britânico parceiro da Star Capital, por uma quantia não revelada.

Inoxum tem vendas anuais de mais de seis bilhões de euros e emprega mais de 11.000 pessoas no mundo. Foi a causa de baixas contábeis em massa que acabou deixando a ThyssenKrupp no vermelho durante 12 meses e até setembro do ano passado. Sob o acordo, todos os locais de produção alemã da Inoxum serão mantidos até o final de 2015.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas