Os números promissores do aumento da produção industrial em todo o mundo, divulgados hoje, tiveram um impacto positivo nos mercados globais. Na Europa, as ações subiram cerca de 2%, enquanto que nos EUA o índice Dow Jones aumentou 1%.

Nos EUA, o índice ISM de manufatura subiu para 54,1, o mais forte dos últimos sete meses. Uma leitura acima de 50 indica expansão da atividade industrial. Já na zona do euro, o índice Markit (PMI) subiu para 48,8, contra 46,9 em dezembro.

"O setor de manufatura nos EUA ganhou impulso maior de crescimento em janeiro, somando-se a uma série de pesquisas que apontavam que empresas ao redor do mundo têm sinalizado um começo melhor que o esperado para 2012", disse Chris Williamson, economista-chefe da Markit.

Manufatura europeia

O levantamento da zona do euro apontou que a indústria alemã voltou a crescer, enquanto o declínio diminuiu na Espanha e Itália. Isso quer dizer, para os especialistas, que a região começou 2012 surpreendentemente bem e que isso pode evitar um novo deslize rumo à recessão.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia