Segurança: quando usar o respirador químico Um respirador químico é um equipamento de segurança destinado a proteger as pessoas de inalar produtos químicos perigosos durante o trabalho. Diversos fabricantes produzem tipos de respiradores químicos, alguns destinados a utilizações muito específicas, e podem ser encomendados através de catálogos de abastecimento. Nos locais de trabalho onde a exposição ocupacional a produtos químicos perigosos é um risco, o empregador é obrigado a fornecer equipamento de segurança apropriado, além de observar as precauções de segurança em áreas onde esses produtos químicos são manipulados, gerados e usados.

Respiradores químicos trabalham pela passagem do ar através de um filtro de cartucho. O filtro de cartucho armazena as partículas de produtos químicos, enquanto permite que o ar limpo possa fluir livremente através do equipamento individual de proteção. Ao longo do tempo, ele lentamente se torna obstruído e precisa ser substituído por um EPI novo, com o objetivo de evitar situações em que as pessoas recebam proteção por causa de um cartucho já envelhecido e ineficaz.

Os projetos podem incluir modelos básicos projetados para se encaixar sobre o nariz e a boca, filtrando o ar respirado. Outros modelos de respiradores químicos contam com coberturas completas para proteger todo o rosto contra produtos químicos presentes no meio ambiente. Maior proteção pode ser necessária nos casos em que há risco de as pessoas absorverem produtos químicos através da pele, ocasionando reações de pele a substâncias químicas e nocivas. Normalmente, os produtos químicos perigosos específicos vêm com recomendações em relação ao uso do equipamento de segurança adequado.

respirador químico Mas é fato que o trabalho com um respirador químico pode ser desconfortável para muitos trabalhadores. Além do peso e do suor, o respirador pode limitar a visão do operário, como resultado de nebulização. O tempo e a prática de uso são fatores normalmente necessários para aprender a usar um respirador químico confortavelmente durante a execução de várias tarefas.

No local de trabalho, os oficiais de segurança são encarregados de inspecionar periodicamente os equipamentos respiradores para se certificarem de que o EPI está funcionando, substituindo quando necessário. É aconselhável ter um cronograma de manutenção com listas de verificação através das quais as pessoas possam acompanhar quando ocorreu a última inspeção de seus equipamentos de segurança.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Segurança do Trabalho
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Segurança do Trabalho