Com o enfraquecimento do mercado doméstico, a Usiminas Mecânica S/A (Umsa) busca fortalecer sua unidade de pontes e viadutos metálicos estabelecendo negócios fora do país. A empresa está concorrendo para a realização de obras no Peru, Equador, Venezuela e, sobretudo, nos Estados Unidos.

A escolha da Umsa em focar suas atividades no setor de pontes metálicas e viadutos - com maior intensidade - nos Estados Unidos se deve às estimativas de que o governo norte-americano deverá investir, até 2009, US$ 4,5 bilhões em obras envolvendo pontes metálicas. De acordo com o superintendente da companhia, novos contratos já estão sendo firmados naquele país.

Entre os dias 30 deste mês e 5 de maio, a Usiminas Mecânica envia o primeiro lote de estruturas metálicas para a reforma da ponte Bronx-Whitestone, sobre o East River, que liga o bairro do Queens ao Bronx, em Nova Iorque. A carga sairá do terminal de Praia Mole (ES) com destino ao porto de Red Hook, em Nova Iorque. Ao todo serão cinco embarques, com cerca de 2 mil toneladas de estruturas metálicas cada um. A última remessa deverá acontecer entre setembro e outubro de 2005.

O contrato, de US$ 20 milhões, foi firmado em 5 de março do ano passado entre a Usiminas Mecânica e a joint venture POG, formada pela Perini Corporation e pela O&G, que tem como cliente final o governo norte-americano. A reforma consiste na substituição do piso de concreto por 408 painéis metálicos, que já saem de Ipatinga (MG) com cobertura asfáltica, permitindo ao cliente um menor impacto no canteiro de obras.

Autor(es): Diário do Comércio

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas