Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

ABB vai fornecer subestações para CBA

Mais notícias relacionadas a economia:

Definição de otimização restrita
Na microeconomia de uma empresa, conceito de otimização é usado para maximizar a produção e ...


O que é capital de risco verde
Junto com a ênfase na natureza ecológica da operação comercial, empresas que buscam capital de ...


Definição de valor contábil
Dois dos principais fatores que entram no cálculo do valor escrito, ou contábil, são depreciação ...


A ABB fechou contrato no valor de US$ 30 milhões com a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) para o fornecimento de três subestações industriais que vão dar suporte à expansão da fábrica da empresa instalada em Alumínio, no interior de São Paulo, informou o presidente da ABB, Sérgio Gomes. Segundo o executivo, o projeto inclui a maior subestação industrial do Brasil, com potência para 750 megavolt ampère, e atenderá as necessidades da empresa do grupo Votorantim na ampliação da fábrica. A instalação está prevista para meados do próximo ano.

O negócio deve representar 10% do total de vendas da área de subestações da ABB, prevê Gomes. No ano passado, a ABB faturou R$ 1,1 bilhão no Brasil, valor 6% superior ao de 2003.

Mais encomendas

Este ano, a expectativa de Gomes é de um resultado melhor, cerca de 15% superior ao de 2004. A estimativa baseia-se nos negócios já fechados no primeiro trimestre, quando as encomendas cresceram nesse patamar. "Este ano está melhor do que 2004. As empresas estão investindo em expansão e modernização, melhorando processos e desempenho, até para manter a competitividade no mercado externo", afirmou Gomes. De acordo com o executivo, as áreas de mineração, siderurgia e papel e celulose são as que apresentam a maior demanda para a ABB tanto em energia quanto em automação.

A CBA já investiu R$ 510 milhões no ano passado para ampliar a sua capacidade de produção, volume que deverá atingir 400 mil toneladas no final deste primeiro semestre. Os projetos de expansão da empresa são para alcançar 470 mil toneladas anuais até o final de 2007. O investimento total deverá totalizar US$ 370 milhões. A CBA fornece lingotes, tarugos, vergalhões, placas, bobinas, chapas, folhas, perfis, telhas e cabos para setores como os da construção civil, transporte, embalagens, bens de consumo e transmissão de energia elétrica. O processo de ampliação da produção de alumínio na CBA começou em meados de 2003.

Em Alumínio, a empresa já tem o maior parque integrado instalado do mundo, onde faz desde o beneficiamento da bauxita até a fabricação dos produtos. A CBA é auto-suficiente na produção de bauxita, extraídas de suas reservas localizadas em Minas Gerais, e produz 60% da energia elétrica que consome.

Aumento de 89% no lucro

A CBA registrou um lucro líquido de R$ 716 milhões no ano passado, um crescimento de 89% em relação ao ano anterior, conforme comunicado da empresa divulgado ontem. A receita líquida da companhia, segunda maior produtora brasileira de alumínio primário, atingiu R$ 2,22 bilhões, montante 34% superior ao verificado em 2003.

O lucro bruto alcançou R$ 821 milhões em 2004 e ficou 66,5% acima do contabilizado no ano anterior. Já o Ebitda (geração de caixa) passou dos R$ 573 milhões registrados em 2003 para R$ 900 milhões no ano passado. O incremento da receita e do lucro líquido da empresa, conforme o comunicado da mineradora, foi reflexo da conclusão da expansão de sua capacidade de produção em 2004, que atingiu 345 mil toneladas por ano; do aumento das vendas no mercado interno, decorrente da recuperação econômica do País; e do crescimento de 18% no volume total de vendas em relação a 2003.

Gazeta Mercantil

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a economia:

Governo incentiva indústria farmacêutica

Foi lançado na última quinta-feira (11/4) um pacote de medidas com o objetivo de impulsionar a indústria brasileira no setor de saúde. A iniciativa do Governo ...
O que é liquidação na economia

Liquidação é o processo de tomada de ativos reais de um negócio para transformá-los em dinheiro, seja para pagar dívidas ou para obter um lucro pessoal. A ...
Definição de Integração Econômica

A integração econômica é um processo em que as barreiras ao comércio são reduzidas ou eliminadas para facilitar o comércio entre as regiões ou na ...
O que é colapso econômico

Um colapso econômico é uma situação em que a economia local, regional ou nacional passa por uma crise dramática, que afeta negativamente a capacidade das pessoas que vivem ...
O que é Mercantilismo

Mercantilismo é uma das maiores teorias econômicas que diz que a riqueza de uma nação pode ser medida pelo seu pronto fornecimento de capital. O mercantilismo afirma que a ...
O que é democracia econômica

Democracia econômica é uma filosofia de socioeconomia. Socioeconomia é o estudo e a exploração da economia quando vista no contexto de valores sociais humanos, comportamentos e interações. Dentro deste ...
JPMorgan nomeia novo presidente global de mercado de capitais

JPMorgan Chase & Co. (JPM), o maior banco dos EUA em ativos, continuou insuflando a gestão em seu banco corporativo e de investimentos, nomeando Kevin Willsey como o novo presidente ...

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google