Como atuam os reguladores de comutaçãoReguladores de comutação são dispositivos reguladores de tensão que convertem uma fonte de alimentação direta de corrente elétrica para uma corrente alternada, em seguida, para um tipo diferente de tensão, com base no tipo de energia necessária. Antes de entregar a energia para o ponto de terminação, o regulador de comutação faz uma transformação final, retornando para corrente DC. Um regulador de comutação faz uso de uma série de indutores, capacitores e outros componentes para realizar estes três passos, bem como controlar o fluxo e a quantidade de tensão que atravessa o dispositivo a qualquer momento.

Cada um dos componentes de um tipo de regulador de comutação desempenha um papel específico no processo de conversão. Os condensadores e indutores recolhem e armazenam a corrente em vários pontos na conversão. Transistores e outros elementos de comutação têm a função de abrir e fechar o fluxo de corrente, conforme necessário. É este processo de abertura e de fechamento de corrente que fornece um meio específico de regular a corrente de carga, tornando possível converter a corrente e controlar a saída final.
-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------
A função geral de um modelo de regulador de comutação no setor de elétrica e eletrônica geralmente inclui o uso de um sistema de circuito que é fechado e ajuda a suportar o processo de filtragem realizado pelos transistores. O sistema de malha também auxilia a manter um fluxo constante e consistente de energia. Esta ação adicional no processo não sobrecarrega os circuitos e nem causa danos a qualquer dispositivo de recepção da corrente.

reguladores de comutaçãoEm muitos sistemas, um regulador de comutação é um dos componentes que é monitorizado como parte das precauções de segurança. No caso em que as fontes de alimentação de comutação tornam-se instáveis, o regulador, juntamente com outros componentes essenciais que transportam a carga de energia, se desligam antes que uma sobrecarga ocorra. Mas nem sempre este mecanismo foi assim. Nos últimos anos, o monitoramento do fluxo de energia era um processo manual e exigia um desligamento também manual, em vez de automático.

À medida que a demanda por eletricidade continua a crescer, o papel do regulador de comutação também se tornou mais importante. Isto levou a melhorias periódicas da estrutura e da função dos reguladores. Além disso, há exemplos de reguladores fabricados para lidar com fontes de energia para grandes edifícios de escritórios, secções de redes de energia nacionais e fontes de alimentação particulares usados em alguns países para fornecer energia de emergência a hospitais e empresas.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Elétrica & Eletrônica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Elétrica & Eletrônica