Capitalized InterestCapitalização de juros tem a ver com os juros que estão associados a praticamente todos os tipos de contratos de empréstimos. Basicamente, os juros capitalizados podem ser entendidos, no campo da economia, como os juros expandidos que ocorrem quando os pagamentos de empréstimos regulares não são feitos na data prevista. Em muitos tipos de empréstimos, os juros não pagos são parte do pagamento delinqüente, sendo adicionados ao saldo principal do empréstimo.

No entanto, os juros capitalizados podem não necessariamente ocorrer apenas quando os pagamentos estão atrasados. Os juros também podem ser amortizados em situações em que os pagamentos são diferidos por algum motivo. Por exemplo, se o mutuário requer à agência financeira que suspenda os pagamentos por um curto período de tempo, isto é conhecido como tolerância. Durante este tempo arranjado, os pagamentos não são considerados como delinquentes. Ao mesmo tempo, a parcela desses pagamentos diferidos que teriam recebido juros sobre o empréstimo serão adicionados ao montante principal, com a criação de juros capitalizados.

Njuros capitalizados a verdade, existem algumas situações em que os juros capitalizados podem ser de interesse do mutuário. Isto é especialmente verdade se o propósito do empréstimo era criar um ativo, que seja capaz de gerar receita uma vez que é concluído. Esta situação acontece quando o objetivo do empréstimo é financiar a construção de um edifício. A busca por um acordo de pagamento diferido faz criar mais pagamentos de juros e maiores períodos de pagamento, mas também libera recursos destinados ao projeto. Uma vez que o edifício está completo e pode começar a gerar receitas, o fluxo de caixa adicional vai compensar tanto os pagamentos de empréstimo mais elevados e os juros capitalizados.
-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------
Em alguns casos, um credor não pode aceitar as condições de um cronograma de pagamento diferido, mas estará aberto a receber pagamentos apenas sobre os juros do empréstimo por um período de tempo. Neste cenário, o mutuário tem a possibilidade de optar por utilizar parte dos recursos do empréstimo com a finalidade de fazer os pagamentos dos juros capitalizados. Isso permite que o mutuário conte com algum tempo extra até que o projeto esteja concluído e os ativos comecem a gerar receitas para cobrir tanto o valor principal do empréstimo quanto os juros.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia