EUA aprovam primeira usina nuclear desde 1986Em uma audiência, a Comissão Reguladora Nuclear (CRN) aprovou a construção de dois novos reatores pela empresa Southern na usina de Alvin W. Vogtle, uma instalação na Geórgia.

A companhia Southern irá instalar dois reatores Westinghouse-Toshiba A1000 de água pressurizada na planta. O projeto que foi aprovado em dezembro, após atrasos para enfrentar os riscos de ataques terroristas ou colapsos como os que atingiram os reatores japoneses depois do devastador terremoto e do tsunami de 11 de março no ano passado.

A decisão de 9 de fevereiro foi firmada apesar de ser oposição pelo presidente da CRN, Gregory Jaczko, disse que o desastre da indústria nuclear do Japão sinalizou a necessidade de mais cautela.
-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

"Eu não posso suportar a emissão desta licença, como se o acidente de Fukushima nunca tivesse acontecido. Na minha opinião, isso é o que estamos fazendo", disse ele.

Em dezembro, a CRN aprovou o projeto A1000, dizendo que incorpora recursos de segurança passiva “para resfriar o reator de energia após um acidente, sem a necessidade de intervenção humana."

Em decorrência dos ataques de 11 de setembro de 2001, o projeto do reator Westinghouse foi necessário para suportar ser atingido por uma aeronave.

O equipamento também deve ser capaz de desligar por si mesmo tendo a alimentação cortada - como aconteceu com reatores da usina de Fukushima, no Japão, após o terremoto e o tsunami do ano passado.

Na época, Jaczko disse que o projeto "fornece margens de segurança melhoradas através do uso simplificado, segurança passiva e funções de segurança."

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Energia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Energia