Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Segurança no processo de passivação

Práticas de segurança devem ser plenamente compreendidas na hora de manusear produtos químicos para retirar ferro da superfície do aço inoxidável.

Mais notícias relacionadas a metal mecânica:

Como escolher o melhor eixo de aço
O aço é muitas vezes a melhor escolha para um eixo, pois é resistente a ...


Extrusão de alumínio
Peças são produzidas por aquecimento de alumínio ou suas ligas através de um molde no ...


O que é usinagem fotoquímica
Método cria imagens ou recortes gravados em uma folha de metal por meio da exposição ...


Segurança no processo de passivaçãoA passivação é a remoção de ferrugem externa ou compostos da superfície de aço inoxidável com uma solução ácida que tira a contaminação externa. O processo deve ser realizado por técnicos treinados, experientes e familiarizados com os riscos potenciais associados com o método.

Práticas de segurança devem ser plenamente compreendidas na hora de manusear produtos químicos para passivação. Botas especiais, luvas, aventais e outros equipamentos devem ser usados. Tanques, aquecedores e ventilação, bem como cestas e estantes, devem ser adequadamente projetados para executar o processo.
-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Peças ou equipamentos de aço ou ferro nunca devem ser introduzidos no processo ou os resultados podem ser devastadores. Além disso, a fim de cumprir com as exigências de segurança do trabalho, as autorizações necessárias de capacidade de ar e água devem estar em dia e acessíveis no local.

Especificações e testes de verificação

Existem algumas especificações da indústria geralmente aceitas disponíveis para consulta na escolha de um processo de passivação. Elas oferecem informações e requisitos de tempo, temperatura e concentração de teste subseqüentes para validar a eficácia do processo. Muitas grandes empresas têm desenvolvido especificações internas para controlar suas necessidades específicas em relação à passivação e aos testes de verificação.

Segurança no processo de passivação

Peças de aço podem ter suas camadas contaminadas removidas por meio do processo de passivação


Independentemente da situação, é prudente fazer referência a um procedimento já comprovado ao solicitar passivação. Tirar proveito das experiências dos outros, dos sucessos e fracassos, você pode eliminar grande parte do trabalho de adivinhação que, de outra forma, acompanharia um novo processo.

Um dos testes de verificação mais comumente especificado é o teste de sulfato de cobre. As partes passivadas ficam imersas em uma solução de sulfato de cobre por seis minutos e, em seguida, são enxaguadas e examinadas visualmente. Qualquer cor de cobre (rosado) indica a presença de ferro livre e o teste é considerado inaceitável.

Outro teste de validação é feito com um spray de sal ou 24 horas de teste de alta umidade. Esses testes são realizados colocando peças passivadas em uma câmara altamente controlada que cria um ambiente de corrosão acelerada.

Segurança no processo de passivação

Equipamentos de proteção são essenciais para a realização da passivação em metais


Após submeter os corpos de prova à atmosfera corrosiva para os períodos de exposição prescritos, as peças são removidos e avaliados. Embora os resultados possam ser um tanto subjetivos, a ASTM B-117 é uma excelente referência na determinação de aceitabilidade.

É importante notar que cada um dos métodos de ensaio mencionado tem diferentes vantagens e limitações. Cuidados devem ser tomados para selecionar métodos de ensaio apropriados com base no tipo de liga e utilização final no ambiente.

Técnicas de usinagem e tratamento térmico

Talvez a variável mais negligenciada na equação da passivação seja o impacto negativo da usinagem pobre e das práticas de tratamento térmico. Frequentemente, a contaminação cruzada introduzida durante a fabricação e/ou os processos térmicos levam a resultados de testes inaceitáveis.

As práticas a seguir irão reduzir a contaminação cruzada durante a fabricação e aumentar as chances de sucesso da passivação.

  • Nunca use rebolos ou lixas, materiais ou escovas de arame de ferro, óxido de ferro, aço, zinco ou outros materiais indesejáveis que podem causar a contaminação da superfície de aço inoxidável.
  • O uso de ferramentas de carboneto ou não-metálicos não é recomendado.
  • Lixas, rodas e escovas de aço que foram anteriormente utilizados em outros metais não devem ser usado no aço inoxidável.
  • Use apenas suprimentos limpos e não abrasivos novos, tais como contas de vidro ou ferro livre de sílica ou areia para jateamento. Nunca use granalha de aço, areia ou outros produtos abrasivos que tenham sido usados para outros materiais.

Segurança no processo de passivação

Material metálico, após passar pelas etapas de passivação

Uma limpeza completa antes de qualquer processamento térmico é crítica. Aliviar o stress, recozimento, desenho ou outros processos de formação podem realmente atrair contaminantes de superfície mais profundas no substrato, tornando-se quase impossível de remover durante a passivação.

Cuidados devem ser tomados durante todos os processos térmicos para evitar a formação de óxidos. Passivação não é projetada para remover a descoloração e não penetrar em camadas de óxido pesado. Em situações extremas, operações adicionais de decapagem e de descalcificação são necessárias antes da passivação para remover a descoloração. Fornos de atmosfera controlada são altamente recomendados para todos os processos térmicos para reduzir a contaminação do ar e prevenir o desenvolvimento de óxidos.

O processo de passivação é uma arte e uma ciência. Práticas de usinagem, fabricação e tratamento térmico podem afetar substancialmente a resistência à corrosão do componente. A passivação melhora a resistência à corrosão de aços inoxidáveis. Mas, para realizar o máximo desempenho destas ligas de alta tecnologia, todas as partes envolvidas com a fabricação devem compreender a sua responsabilidade na manutenção da integridade do material durante o processo.

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a metal mecânica:

Como escolher o melhor adesivo para metal

Para decidir pelo melhor adesivo para metal, é necessário considerar uma série de fatores que envolvem o trabalho que se pretende realizar. Se a aplicação exige um adesivo ...
Processo de pressão isostática a quente

Pressão isostática a quente é um processo em que a densidade global de um componente é aumentada, removendo o excesso de líquidos e vazios. Isto normalmente ocorre em duas ...
Composição de plásticos

Composição de plástico é um processo de adição de materiais em uma base de plástico fundido para produzir um material com qualidades desejadas. Aditivos e modificadores podem ...
O que é curvatura plástica

A curvatura plástica normalmente envolve a alteração da forma de folha de plástico ou de ângulos que integram no tubo de plástico rígido para aplica ...
Tolerância de curvatura

Tolerâncias de curvatura é uma medida da quantidade de material extra necessária para acomodar uma curva na folha de metal. Esta é uma função do ângulo de dobra, o ...
Microusinagem de massa

Microusinagem de massa é um método de fabricação de componentes mecânicos ou elétricos extremamente pequenos. Este processo tipicamente usa wafers de silício, mas, ocasionalmente, utiliza pl ...
Microfabricação ou microusinagem

Microfabricação e microusinagem são termos que descrevem as tecnologias e processos utilizados na tomada de estruturas microscópicas ou dispositivos. Estas estruturas podem variar em tamanho, a partir ...

Metal Mecânica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Metal Mecânica


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google