Brasil impõe controle de qualidade em produtos da ChinaPara impedir o afluxo de produtos baratos, o Brasil planeja impor rigoroso controle de qualidade sobre as importações provenientes da China e outras nações asiáticas, segundo citou o jornal O Globo, em 25 de fevereiro. De acordo com o veículo, o controle nas fronteiras teria o objetivo de assegurar que as importações da Ásia, especialmente China, respeitem as normas estabelecidas pelo Instituto Nacional de Metrologia e Tecnologia (INMETRO) e cumpram com as normas de segurança aplicadas aos bens de varejo nacionais. Produtos que não passarem por testes não serão autorizados a entrar no país.

As medidas, vistas como uma espécie de barreira não-tarifária e que protegem a indústria nacional brasileira e os consumidores, serão aplicadas a 240.000 modelos de mercadorias nos seguintes setores: têxteis, produtos de aço, peças automotivas e artigos para crianças, em especial os brinquedos, informou o jornal carioca.

Os controles devem começar no segundo trimestre e serão coordenados pelo Serviço do Ministério das Finanças da Receita Federal em parceria com o INMETRO. Os fabricantes brasileiros reclamam há muito tempo sobre o influxo de importações baratas da China.
-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Um alto funcionário brasileiro disse que, no momento, o forte aumento das importações de produtos baratos da China e o acesso ao mercado chinês para produtos manufaturados brasileiros são "problemas urgentes que precisam ser combatidos". Ele acrescentou que "o governo chinês sinalizou que pretende atuar".

Em 2009, a China superou os Estados Unidos como maior parceiro comercial do Brasil, com o comércio internacional bilateral atingindo US $ 77.000 milhões no ano passado, além disso, o Brasil desfruta de um superávit comercial de cerca de US $ 11,5 bilhões. O minério de ferro e a soja representam mais de 80% das exportações brasileiras para a China, que por sua vez vende principalmente produtos manufaturados ao Brasil.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Comércio Internacional
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Comércio Internacional