A indústria de vinil apresenta aos consumidores inúmeros materiais diferentes, desde acetato de vinil etileno até acetato de vinil de polietileno e butiral de polivinilo. Mais comumente, o termo "vinil" refere-se ao cloreto de polivinila, ou PVC.

Vinil está disponível em uma grande variedade de densidades, de roupas de vinil macio até pisos de vinil duros e registros. O vinil semirrígido apresenta um meio termo versátil que pode ser usado em dezenas de produtos em inúmeras indústrias.

O que é vinil?

O PVC deriva de etileno, produzido por processamento de petróleo ou gás natural e cloro. As reações químicas combinam etileno e cloro, criando dicloreto de etileno, que é, por sua vez, convertido em gás e, finalmente, sofre polimerização. Esse processo o transforma na resina de cloreto de polivinilo branco. A adição de aditivos químicos e modificadores transforma a resina em um produto utilizável. Os tipos de aditivos e modificadores utilizados determinam a rigidez do vinil.

Características do vinil semirrígido

Produção do vinil semirrígido é feita por meio de modificadores químicos que alteram a rigidez do material

               Produção do vinil semirrígido é feita por meio de modificadores químicos que alteram a rigidez do material

O vinil semirrígido contém modificadores químicos que amolecem a dureza do material. Esses aditivos incluem homopolímeros e copolímeros de acrilato de butilo, metacrilato de butilo, acrilato de etilo e metacrilato de metilo. Estes e outros produtos químicos dão ao vinil semirrígido maior flexibilidade quando comparado com materiais rígidos de plástico de PVC. Como outros tipos de vinil, o semirrígido apresenta uma textura suave e elevada resistência à umidade e ao calor.

Usos do vinil semirrígido

Dezenas de produtos possuem inúmeras variedades desse componente. Muitos consumidores podem estar familiarizados com o PVC semirrígido como o material encontrado na etiqueta de bagagem e as páginas laminadas grossas utilizadas em artesanato e artigos de escritório.

-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Fornecedores industriais e corporativos utilizam esse material na fabricação de etiquetas adesivas e filmes, bem como em pastas, crachás, sobreposições, produtos de papelaria e bolsas de ferramentas. Os profissionais de saúde encontram vinil semirrígido em suportes para raios-X e em aparelhos de transporte, tais como aqueles usados para manter os desfibriladores.

Os usos do vinil semirrígido incluem produtos de escritório, etiquetas, filmes, pastas, crachás e bolsas

Os usos do vinil semirrígido incluem produtos de escritório, etiquetas, filmes, pastas, crachás e bolsas

Como não existe um padrão setorial para o termo “vinil semirrígido”, os produtos que levam a etiqueta pode consistir em conteúdos de materiais diferentes.

Vale destacar que o componente libera dioxina carcinógena humana quando queimado, ou seja, pode ser tóxico se estiver em contato com o fogo e em contato prolongado. Alguns amaciantes químicos utilizados neste tipo de vinil pode vazar para fora ao longo do tempo, tornando o material impróprio para utilização em produtos tais como brinquedos infantis e sacos intravenosos.

Por causa da grande variedade de aditivos utilizados nessa categoria de produtos, a reciclagem é um processo difícil. Apenas vinílicos com a mesma composição química podem ser reciclados em conjunto.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Suprimentos Industriais
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Suprimentos Industriais