Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

O que é um nanofio

Há quatro diferentes tipos de nanofios: metálicos, semicondutores, isolantes e moleculares. O material ainda está em fase de pesquisa para uso no futuro.

Mais notícias relacionadas a tecnologia & inovação:

Tipos de ferramentas de diagnóstico em computadores
Para identificar erros e reparar computadores, um técnico precisa de ferramentas de hardware e software.


Monitor industrial de LCD
Um monitor de LCD industrial difere da tecnologia dos desktops caseiros apenas em sua robustez.


Vettor inova com loja virtual no setor industrial
São aproximadamente 60 produtos para torres de resfriameto de água, em página totalmente dedicada à ...


O que é um nanofioUm nanofio (em inglês, nanowire) é uma estrutura de ligação que tem um diâmetro de 10 -9 metros, o que é extremamente pequeno. Também conhecidos como fios quânticos, esses conectores são utilizados para ligar componentes minúsculos juntos em circuitos muito pequenos. Essas estruturas são não maiores do que um décimo de um nanômetro de largura. Não existe nenhuma restrição em seu crescimento em largura, mas não pode crescer mais de alguns nanômetros de altura.

Há quatro diferentes tipos de nanofios: metálicos, semicondutores, isolantes e moleculares. Nanofios metálicos são feitos a partir de platina, níquel ou de ouro, enquanto fios semicondutores de fios são compostos de silício, o fosforeto de índio ou de nitreto de gálio e isolantes são feitos de dióxido de silício ou de dióxido de titânio. Para criar um nanofio molecular, o processo consiste em repetir unidades moleculares orgânicas ou inorgânicas num formato específico.

-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Os nanofios são experimentais e não estão disponíveis para aplicações comerciais ou industriais. A condutividade e tamanho pequeno os tornam ideais para processadores e conectores de computadores e outros equipamentos tecnológicos no futuro. Pesquisas estão em andamento para o uso de nanofios e da tecnologia relacionada para usar um fóton para comprimentos de onda em balística. Essa tecnologia será fundamental para a criação de um computador molecular. A capacidade de transmitir eléctrons através desses conectores e programar um processo de lógica é crítica para a próxima fase de desenvolvimento.

Nanofios serão usados, no futuro, em processadores e eletrônicos

                                       Nanofios serão usados, no futuro, em processadores e eletrônicos


Existem várias técnicas diferentes disponíveis para criar um nanofio, mas a técnica mais comum é chamada método de síntese vapor-líquido-sólido (VLS). Neste método, as partículas especiais ou um gás de silano são usados para criar um ambiente para suportar o crescimento de um nanofio. Esse material é, então, exposto ao nanofeixe de ouro, o que cria estruturas cristalinas de nanofios.

Somente quando o material supersatura a fonte o nanocluster cresce. O comprimento relativo do produto é controlado através da gestão do tempo de exposição à fonte. Mais exposição resulta em uma longa estrutura. Nanofios inorgânicos, que são vistos como feixes de polímeros alternativos, são sintetizados em uma única etapa em temperatura elevada.

Existem várias maneiras para criar um nanofio; a mais comum é o método VLS

Existem várias maneiras para criar um nanofio; a mais comum é o método VLS


Um nanofio também pode ser feito através de uma abordagem top-down ou bottom-up. Na abordagem de cima para baixo, um bloco do material sólido de que os nanofios serão feitos é entalhado para produzir o fio tamanho certo. A abordagem ascendente é mais um processo de montagem, em que o nanofio é construído através da adição dos materiais do núcleo para o fio à medida que cresce.

Cientistas de todo o mundo estão trabalhando em um método mais rápido e eficiente para criar o nanofio. O uso de nanofios em um transistor é um método ideal de produção de componentes de microprocessadores cada vez menores e mais rápidos para computadores e a indústria elétrica e eletrônica. Apesar de transistores de nanofios funcionarem melhor do que os transistores atuais, os elevados custos necessários para cria-los são uma barreira para o aumento da produção.

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a tecnologia & inovação:

Fundamentos do sistema hidráulico

No nível mais básico, qualquer sistema hidráulico pode ser explicado como uma força que é aplicada a um ponto, ou um pistão, e é então transmitida ...
Red&White cria solução para projetos pré-configurados de SAP

Solução recentemente lançada pela Red&White, que acelera e reduz os custos de implementação de sistemas de gestão SAP, o novo SAP R&W Gold ganha ...
Toyota testa carros que se comunicam entre si e com o trânsito

A Toyota está testando no Japão um sistema de segurança que permite a comunicação entre veículos e com as ruas e estradas. O chamado Intelligent Transport ...
Como funciona um circuito de ultrassom

Sons são ouvidos em toda a natureza, exceto no vácuo do espaço. Humanos e animais muitas vezes dependem do som para obter informações de navegação ...
Fluidodinâmica computacional

Fluidodinâmica computacional é o estudo do comportamento de fluidos - líquidos e gasosos - com o uso de poderosos computadores rodando softwares de métodos numéricos. O conhecimento da intera ...
Tudo sobre o AutoCAD

O AutoCAD, criado pela Autodesk, é o programa de desenho técnico mais utilizado em todo o mundo. Em sua versão 2012, tem mais de 1,25 milhões de ...
Tecnologias sem fio preparada para up grade industrial

A população mundial de usuários de smartphones subiu mais de um bilhão durante esta semana, e a adoção de tais dispositivos sem fio no ambiente industrial ...

Tecnologia & Inovação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Tecnologia & Inovação


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google