Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Cadeia de valor de varejo

Os varejistas podem possuir suas próprias cadeias de suprimentos como parte de suas empresas.

Mais notícias relacionadas a armazenagem & logística:

Pallets termicamente tratadas
Tratamento térmico de pallets serve para impedir infestações de bactérias, fungos e insetos nas mercadorias.


Santos Brasil atende clientes por chat
Usuários podem tirar dúvidas e acessar informações sobre a companhia online em tempo real.


Rotatividade de estoque
Estratégia logística pretende fazer o giro das mercadorias, perecíveis ou não, nos pontos de venda.


Cadeia de valor de varejoCadeia de valor de varejo é uma série de atividades de armazenagem e logística que torna possível para as empresas a venda de produtos aos consumidores. Cada atividade fornece uma pequena parte do valor para o processo global. Quatro fatores são comuns na cadeia varejista: fabricante, armazém, transportadora e fornecedores.

Todos os “integrantes” são necessários para as lojas de varejo no sentido de estocar suas prateleiras com bens de consumo. Embora cada atividade acrescente uma pequena porção de custo para os produtos que fluem para as lojas varejistas, os custos são tipicamente menores do que se a loja tivesse que entrar em contato diretamente com cada fabricante de bens.

Os fabricantes são as empresas que produzem bens. Eles são geralmente referidos como agentes de conversão. Estes fabricantes levam matérias-primas e mão de obra, usando esses itens para produzir bens valorizados pelos clientes. Poucos fabricantes têm realmente a capacidade de enviar bens diretamente aos locais de varejo. Isto requer a necessidade de parceiros na cadeia de valor de varejo para levar bens do fabricante até os armazéns via transportadoras.

Os varejistas podem ter seu próprio armazém e sistema de transporte de cargas.

                          Os varejistas podem ter seu próprio armazém e sistema de transporte de cargas.

Os armazéns, como o nome já diz, armazenam uma grande variedade de bens de varejo nas suas instalações, sendo estes provenientes de vários fabricantes. Eles contratam inúmeros produtores de bens de estoque para distribuição fácil nas lojas de varejo. Grandes varejistas podem ter seus próprios armazéns. Isso permite que os varejistas possam localizar centros de distribuição em áreas estratégicas com a finalidade de entregar os bens facilmente às lojas finais.

Portadores representam as empresas de camionagem que movimentam mercadorias de um ponto a outro. Eles entregam mercadorias dos fabricantes para os armazéns, e dos armazéns para as lojas. O único objetivo na cadeia de valor é trabalhar como um serviço para cada empresa. Os varejistas raramente têm divisões de caminhões como parte de suas empresas. Eles contratam este serviço para economizar custos com seguro, combustível, salários e manutenção.

Fornecedores são o passo final na cadeia de suprimentos de varejo. Os varejistas podem possuir suas próprias cadeias de suprimentos como parte de suas empresas. Estes são os centros de distribuição localizados que entregam mercadorias diretamente para as lojas. Nem todas as cadeias de valor têm fornecedores como parte de seus processos. Os varejistas podem evitar essas empresas trabalhando diretamente com armazéns, entregando as mercadorias.
-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Hoje em dia a tecnologia permite que os varejistas encurtem o processo de compra dentro da cadeia. A ordenação eletrônica garante que as lojas de varejo ordenem seus bens em um formato de tempo real. Isso ajuda a evitar falhas e reduz a possibilidade de perder vendas para os consumidores. Sistemas eletrônicos também amenizam falhas humanas no processo de encomenda. Os funcionários não precisam escrever documentos ou fazer chamadas telefônicas para fornecedores, armazéns ou fabricantes.


Editora

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a armazenagem & logística:

O que é modelo de distribuição

Um modelo de distribuição é um método de envio que as empresas usam para levar seus produtos do ponto de origem até ao ponto de venda final. O tipo ...
Segundo graneleiro construído no Brasil será lançado ao mar

O navio Log-In Tucunaré, segundo graneleiro construído no país, fará sua viagem inaugural amanhã, no Estaleiro Eisa, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. A embarcação ...
Saiba mais sobre o problema do corte de estoque

O problema de corte de estoque é uma equação de otimização que tem aplicações importantes na indústria e também gera interesse para programadores e especialistas em ...
Aplicação do projeto em logística

Projeto para logística (em inglês, design for logistics ou DFL) é uma abordagem que visa organizar o desenho ou estrutura de tarefas para que o movimento das tarefas associadas ...
Aplicação da Lei Marítima

A chamada Lei Marítima é um conjunto de leis sobre transporte interestadual ou internacional que trata de navegação por embarcações marítimas. Sua aplicação abrange tanto o ...
O que é near sourcing

Near sourcing é um termo usado para descrever quando uma empresa estrategicamente coloca algumas ou todas as suas operações perto de onde seus produtos finais são vendidos. Esse conceito ...
Análise da cadeia de suprimentos

A análise da cadeia de suprimentos é o processo de avaliação de cada etapa de uma empresa que está entregando um produto para os clientes. Esse método requer ...

Armazenagem & Logística
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Armazenagem & Logística


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google