depreciaçãoA depreciação, na economia, é considerada um declínio no valor experimentado por muitos ativos ao longo do tempo. Por exemplo, os carros tendem a depreciar ao longo de vários anos de posse. Fatores como o desgaste, as condições do mercado e o tempo de uso podem ter um impacto sobre a depreciação. Alguns ativos ganham mais valor ou apreciam ao longo do tempo, como é o caso dos imóveis.

Em alguns casos, a depreciação pode ser bastante surpreendente. Novos carros, por exemplo, são conhecidos por depreciar tão logo saem da loja, o que pode ser frustrante para os proprietários de automóveis, se eles tentarem vender os seus carros posteriormente. Equipamentos de informática também se desvalorizam rapidamente, devido ao fato de que tornam-se tecnicamente obsoletos muito rapidamente, assim como acontece com os eletrodomésticos.

A depreciação é certamente algo a considerar quando se compra um novo ativo, especialmente para pessoas que pensam que podem ter de vender tais ativos em uma data posterior. Pesquisar a taxa de depreciação de várias marcas e modelos de novas aquisições às vezes pode ser bastante revelador, e pode gerar informações que influenciam uma eventual compra.

Também é importante pensar sobre as mudanças no mercado que possam gerar um impacto sobre a valorização ou a desvalorização de ativos. Por exemplo, uma casa localizada num bairro de subúrbio poderia depreciar-se em uma economia em crise, enquanto um carro de consumo eficiente pode apreciar-se ao longo do tempo.

Os automóveis são ativos que se depreciam ao longo dos anos.

                                                      Os automóveis são ativos que se depreciam ao longo dos anos.

Muitos sistemas de tributação têm um conjunto específico de regras relativas à depreciação, reconhecendo que a depreciação é um custo ao fazer negócios. Nestes casos, "depreciação" é usada como um termo de contabilidade, e tem um significado ligeiramente diferente do que a depreciação convencional.

Se, por exemplo, uma empresa compra um sistema de computador, é permitido registrar o custo do sistema de computador uma só vez, ou registrar o custo em partes ao longo dos anos conforme o valor deprecia enquanto o produto ainda gera rendimento. Na depreciação acumulada, um contador divide o custo do item pelo número de anos de vida esperado para amortizar uma parte do dinheiro a cada ano. Já na depreciação acelerada, a quantidade de registros é maior nos primeiros anos, e menor nos anos posteriores.
-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Existem algumas vantagens significativas em usar a depreciação de ativos. Por exemplo, o custo de compra uma grande pode ser amortizado ao longo de vários anos de impostos, proporcionando um benefício ao longo de vários anos, em vez de uma só vez. Contabilistas fiscais tipicamente aconselham os seus clientes sobre a medida mais vantajosa a ser tomada no momento da apresentação dos impostos.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia