A Samarco Mineração, joint venture entre a Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) e a australiana BHP Billiton, vai investir US$ 8 milhões (cerca de R$ 22 milhões) na construção de uma terceira estação de bombas, no município de Abre Campo (MG), para otimizar o seu mineroduto, localizado entre Mariana (MG) e Anchieta (ES). Segundo o gerente geral de desenvolvimento industrial da Samarco, Márcio Perdigão, a empresa vai aproveitar uma pequena folga no mineroduto para bombear a polpa de minério de ferro na sua capacidade máxima.

"Identificamos que com uma terceira estação conseguiríamos atingir sua capacidade máxima", disse Perdigão, que ressaltou que essa otimização visa a acompanhar a forte demanda por pelotas de minério de ferro em todo o mundo. As obras começaram dia 16 de maio e deverão ser finalizadas em outubro.

Atualmente, o mineroduto transporta 15,5 milhões de toneladas por ano. Com a nova estação, transportará 16,5 milhões de toneladas, uma capacidade 38% maior em relação aos 12 milhões projetados em sua construção, há 28 anos. O equipamento transporta a polpa de minério de Mariana até Anchieta em uma viagem de 63 horas, a 6,5 quilômetros por hora. Em 28 anos, o mineroduto - o maior do mundo, informou a Samarco - transportou 239 milhões de toneladas.

Segunda exportadora mundial de pelotas de minério de ferro, a Samarco está investindo US$ 24 milhões (entre 2004 e 2005) na otimização da sua produção, sendo que a terceira estação de bombas é o último estágio desse processo. O próximo passo será o investimento para aumentar a capacidade de produção, já que as usinas da Samarco estão operando com a capacidade máxima.

O conselho da empresa deverá se reunir no início do segundo semestre para discutir a expansão, que deverá receber aporte de US$ 750 milhões. A companhia pretende construir uma terceira usina pelotizadora no Espírito Santo, com capacidade para 7 milhões de toneladas anuais e início de operação em 2008; uma segunda usina de tratamento de minério de ferro, em Mariana; e um segundo mineroduto entre Minas Gerais e Espírito Santo.

kicker: Empresa vai investir US$ 8 milhões para maximizar seu mineroduto em 1 milhão de toneladas anuais de minério.

Autor(es): Gazeta Mercantil

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas