Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Lamina traz ao País as ferramentas multimateriais

Mais notícias relacionadas a empresas:

Golden apresenta lâmpadas com elevado fator de potência
Linha possibilita usar luz fluorescente em locais grandes com pé direito alto, oferecendo ótima iluminação.


Banco do Brasil facilita compra de equipamentos
BB Crédito Empresa serve para companhias que faturam até R$ 90 milhões anualmente


Honda Brasil investe em energia eólica
Novo parque de energia irá suprir toda a demanda da fábrica de Sumaré (SP) e ...


Num mercado, como o de ferramentas de corte, onde crescem as fusões e aquisições, chega a surpreender o surgimento de uma nova empresa com presença global. É o caso da Lamina Technologies, criada em novembro de 2001, na Suíça, da associação de dois empresários israelenses da área de metal duro com o grupo Otto, da Alemanha, com interesses em várias áreas, especialmente no setor financeiro.

Com menos de quatro anos no mercado, a empresa já está presente em 11 países europeus, nos Estados Unidos, no Japão e, desde janeiro de 2005, também no Brasil, com a criação da subsidiária Lamina Brasil. Na direção da filial brasileira está Fernando Di Trani, ex-Tyrolit.

Segundo Trani, o rápido crescimento da Lamina se deve ao conceito multimaterial: apenas uma classe para cada tipo de operação. Ou seja, uma classe para torneamento, outra para fresamento e ainda uma outra para fresas de metal duro inteiriço. Assim, com uma única classe é possível realizar todos os trabalhos, desde o desbaste até o superacabamento. A idéia - explica o diretor - é que o usuário troque só o produto a ser usinado e não a ferramenta. "Nosso slogan explica nosso sucesso: Com Lamina a vida se tornou mais simples", diz.

O gerente cita vários dos benefícios de se utilizar apenas uma classe: redução de estoques de mais de 3 mil itens para apenas 100; redução do tempo de parada das máquinas, pois o set-up é menor; simplificação do treinamento dos operadores; catálogo simples e prático etc. "Nós garantimos que, se os usuários utilizarem os insertos com as nossas recomendações, terão performance tão boa ou melhor que a obtida com os principais insertos disponíveis no mercado", garante. Em termos práticos, Trani informa que normalmente se obtém economia de até 18% com as ferramentas da Lamina.

Nos testes já realizados no mercado brasileiro, o gerente afirma que a Lamina tem conseguido surpreender os clientes. "Inclusive já conquistamos alguns bons clientes, como é o caso da Bosch, de Curitiba", diz.

O ponto forte da linha, segundo a própria empresa, está no processo de desenvolvimento e fabricação. As ferramentas são produzidas com metal duro submícron, revestidas por processo PVD e a preparação da aresta de 5 milésimos. Outro destaque são as geometrias dos quebra-cavacos que atendem tanto as necessidades de desgaste natural quanto de corte interrompido. "Além disso, nosso inserto não sofre desgaste lateral nem variação dimensional", frisa.

Trani informa que a meta da filial é a de conquistar fatia de 5% do mercado brasileiro em cinco anos. "É um volume expressivo, mas pela nossa experiência nesses primeiros meses de atuação, acredito que vamos conseguir atingir esse objetivo em três anos", afirma. O gerente também está confiante na complementação da linha que chegará ao mercado mundial durante a EMO 2005. "Este ano já devemos alcançar faturamento 50% superior ao previsto". Hoje, a subsidiária brasileira já mantém distribuidores em São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais e Espírito Santo, mas o objetivo é cobrir todo o território nacional.

O planejamento da Lamina no Brasil inclui ainda a instalação de uma fábrica para a produção de ferramentas rotativas e suportes porta-ferramentas. Os primeiros movimentos nesse sentido devem começar já no final de 2005. "Ainda não decidimos se vamos investir diretamente ou se vamos nos associar a algum fabricante nacional", conclui Trani.

Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a empresas:

O que é espionagem industrial

A espionagem industrial é uma tentativa de obter acesso a informações sobre planos da empresa, produtos, clientes ou segredos comerciais. Na maioria dos casos, tal conduta, especialmente quando se trata ...
Minério de ferro e ouro impulsionarão lucro da Vale

O avanço no preço do minério de ferro, que cresceu aproximadamente 23% até março, na comparação com o quarto trimestre de 2012, e o acordo ...
Kia Motors faz recall no Brasil

No dia 1º de maio, tem início o recall dos carros modelos Soul, Carens, Carnival e Sorrento (anos 2007 e 2008) e Sorento (2009 a 2011), da montadora Kia ...
Agrale apresenta caminhões na Agrishow 2013

A Agrale apresenta na Agrishow 2013 dois modelos da sua linha de caminhões, o Agrale 8700 e o 14000. A feira acontece entre os dias 29 de abril e ...
Klüber Lubrication investe na gestão do conhecimento

A subsidiária da América Latina da Klüber Lubrication, especializada em soluções com lubrificantes especiais, definiu a gestão do conhecimento como um dos principais pontos da ...
Fiat ultrapassa 5 milhões de carros flex feitos no Brasil

A Fiat ultrapassou nesta semana a marca de 5 milhões de automóveis e comerciais leves produzidos com a tecnologia Flex Fuel. Atualmente, 99% dos veículos produzidos para ...
Bener Presses lança máquina de corte laser por fibra ótica

Na Feimafe 2013, o Grupo Bener apresentará a máquina de corte laser por fibra óptica modelo BLS-F 3015/2000, da Baykal, fabricante turca representada exclusivamente desde 2011 no Brasil ...

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google