Siemens é campeã de registro de patentes na EuropaO Instituto Europeu de Patentes (EPI) registou número recorde de candidaturas para 2011 e a parcela dos pedidos aceitos subiu para 40%. A empresa de eletrônica alemã Siemens sozinha foi responsável por quase 1% das solicitações. Na última sexta-feira, a entidade declarou que 244.437 pedidos de patente foram enviados na Europa ao longo de 2011.

O aumento de 3,7% ao ano foi acompanhado pelo crescimento de 6,9% em candidaturas aceitas, com um total de 62.115 patentes concedidas, sendo 2.235 apenas da Siemens. Em segundo lugar, estão a holandesa Phillips e a sulcoreana Samsung.

-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------


O presidente-executivo da Siemens, Peter Löscher, recebeu um prêmio especial da Organização Europeia de Patentes (EPO), da qual a EPA é o braço executivo. "Estamos orgulhosos por estar no topo dos rankings de novo", disse Löscher. "É a melhor prova do poder inovador da nossa força de trabalho".

Atualmente, a Siemens emprega 28 mil pessoas em todo o mundo em seus departamentos de pesquisa e desenvolvimento. A empresa investe cerca de quatro bilhões de euros (U$5,3 bilhões) anuais em P&D, o equivalente a 4% de sua receita anual.

Novas tecnologias podem demorar anos para ter suas patentes aceitas

                                        Novas tecnologias podem demorar anos para ter suas patentes aceitas

Os asiáticos estão ganhando terreno quando se fala em tecnologia de patentes. A EPI registrou um aumento intensivo de pedidos vindos do Oriente no ano passado.

O presidente da entidade, Benoit Battistelli, afirmou que as solicitações vindas da Ásia devem ultrapassar as europeias nos próximos dois anos. Em 2010, a China sozinha registrou um aumento de 33% de entradas. "A China está a caminho de se tornar um concorrente realmente inovador no mercado global", disse Battistelli.

Custa cerca de 4.500 euros para pedir uma patente ao EPI. E, em muitos casos, os candidatos têm de esperar vários anos antes de saber se suas patentes foram aprovadas ou não.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Tecnologia & Inovação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Tecnologia & Inovação