Saturação em meteorologia Em meteorologia, o termo “saturação” refere-se a uma condição em que o ar está mantendo a quantidade máxima possível de umidade sob a forma de vapor de água. Isto corresponde a uma relação de umidade no nível de 100%. A quantidade de umidade em uma massa de ar em saturação pode variar de acordo com um certo número de fatores, principalmente da temperatura e da pressão, já que o ar quente pode conter mais umidade do que o ar mais frio. Formas de orvalho e outras formas de precipitação são o resultado do ar saturado.

A condição ou estado de saturação tem variáveis que definem a quantidade de vapor de água presente em uma dada massa de ar. A capacidade do ar para manter o vapor de água varia, especialmente com a temperatura, mas também é afetada pela pressão atmosférica. Enquanto o aumento da temperatura eleva a quantidade de umidade contida no ar, um aumento da pressão diminui esse valor.

A saturação, portanto, se refere ao estado em que qualquer corpo de ar atinge sua capacidade máxima para a realização de umidade dissolvida como vapor de água. O ponto de saturação é também conhecido por um termo muito mais familiar: o ponto de orvalho, que se refere à temperatura à qual o ar se tornou saturado. Quando o ar está a uma condição de saturação e que a temperatura cai ou ocorre aumentos da pressão atmosférica, o ar será incapaz de manter o vapor de água dissolvida em suspensão.

Cintilômetros de onda de rádio são mais sensíveis ao vapor de água,

                                       Cintilômetros de onda de rádio são mais sensíveis ao vapor de água.

Umidade relativa do ar é um termo usado frequentemente pelos meteorologistas quando se discute as condições meteorológicas, e está diretamente ligado à saturação. A umidade relativa de 100% é considerada como sendo um estado de saturação, e o ar com uma umidade relativa de 100% é considerada como saturada. Os meteorologistas muitas vezes incluem a umidade relativa de corrente e o ponto de orvalho para transmitir como o ar é úmido.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

No meio ambiente, a precipitação pode ocorrer sob a forma de chuva, neve e granizo, que são também produtos de saturação. Quando um corpo quente de ar que contém umidade sobe, ele esfria, e sua capacidade de manter a umidade é reduzida. Quando a temperatura cai, o ar se torna mais saturado devido à correlação entre a temperatura e a umidade da capacidade de retenção. Eventualmente, o ar arrefece até ao ponto em que se torna saturado, e água é precipitada para fora a partir do ar, tornando-se chuva, neve, ou alguma outra forma, dependendo da temperatura.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Meio Ambiente
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Meio Ambiente