Riscos ocupacionais da soldagemComparado a outros trabalhos no setor industrial, fazer soldagem é bastante perigoso. Os riscos ocupacionais e de saúde em soldadores podem ser evitados com equipamento adequado, materiais seguros e algumas medidas de segurança de senso comum.

Riscos associados com a soldagem incluem asfixia devido a inalantes perigosos, lesões de pele e oculares devido à luz ultravioleta, incêndios elétricos ou químicos e efeitos negativos de longo prazo causados pela fumaça.

A maioria das pessoas pensa que as faíscas e os arcos são os aspectos mais perigosos da soldagem porque eles chamam a atenção durante a atividade, mas eles são apenas um risco. O brilho da faísca, com sua luz UV forte, pode causar câncer nos olhos desprotegidos e na pele. No entanto, há uma vasta gama de equipamentos, tais como capacetes de auto-escurecimento e luvas grossas, para reduzir a sua exposição.

Existem vários fatores que oferecem perigo no trabalho do soldador

                                          Existem vários fatores que oferecem perigo no trabalho do soldador

Além disso, embora as faíscas não sejam geralmente quentes, precauções gerais ainda devem ser tomadas para manter madeira ou outro material combustível fora do alcance do arco soldador. Colocar metal aquecido sobre uma superfície inflamável pode provocar incêndios.

A principal causa de problemas de saúde em soldadores refere-se a substâncias químicas cancerígenas ou tóxicas. Estes produtos químicos podem estar em um vedante ou no revestimento sobre as superfícies de metal a serem soldadas. O calor extremo libera moléculas para o ar, onde eles são facilmente inaladas.

----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------


Algumas substâncias também podem ser incorporadas no material em si, como chumbo, cádmio, manganês, crômio, níquel ou metais como aço inoxidável, cobre ou zinco. Estes metais só devem ser soldados com extrema cautela. Verifique se você sabe exatamente o que eles contêm e solde em uma área com muita circulação de ar.

Os sintomas da inalação podem variar de uma doença semelhante à gripe temporária até grandes danos aos pulmões, fígado e outros órgãos. Por exemplo, manganismo da exposição do manganês está relacionada com doença de Parkinson.

Mesmo quando o operador é cuidadoso em relação aos selantes e variedades de metais, o processo de soldagem sempre produz outros gases perigosos. Por exemplo, uma variação de oxigênio chamado ozônio é criada com cada soldadura de arco. O composto existe naturalmente na atmosfera, mas grandes concentrações de deslocam oxigênio. Se a soldagem ocorre em um espaço fechado, gases normalmente seguros podem tornar-se muito concentrados, causando edemas e enchendo os pulmões do soldador com água. O ozônio, nitrogênio, óxido e dióxido de carbono resultantes podem ocasionar desmaios e, consequentemente, quedas e danos cerebrais.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Segurança do Trabalho
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Segurança do Trabalho