fixadores anodizadosFixadores podem incluir porcas, parafusos e anilhas que são usados para ligar peças de metal. Eles são usados como conectores em veículos, aeronaves e barcos. O alumínio pode ser um metal macio, tornando-se difícil de utilizar para a fixação de objetos, porque o metal não tratado pode se deformar ou quebrar. Um processo chamado de anodização cria um acabamento em metal muito mais rígido, e os prendedores anodizados ficam fortes e resistentes ao desgaste ou à corrosão.

A anodização é um processo eletroquímico, utilizando tanto corrente a elétrica quanto um banho químico ácido, para criar um revestimento duro nos fixadores anodizados. O processo envolve a criação de uma camada de óxido de alumínio na superfície exterior das peças. Em vez de um revestimento tal como a pintura, o acabamento anodizado é uma ligação molecular para o alumínio, o que resulta num acabamento muito durável.

O processo utiliza um banho de ácido, que fornece o oxigênio para a reação química. Fixadores anodizados estão ligados a um lado de um circuito elétrico, e um eletrodo de metal separado é submerso no banho. Quando as peças são introduzidas no ácido, um circuito elétrico é estabelecido e as peças de alumínio são oxidadas na superfície para formar um óxido de alumínio.

Modelos de fixadores anodizados e coloridos com corantes

                                                              Modelos de fixadores anodizados e coloridos com corantes

A anodização envolve a oxidação rápida, ou ferrugem, da superfície de alumínio das peças. Ao contrário da ferrugem normal, o óxido de alumínio forma uma estrutura cristalina muito fina, que se torna uma nova superfície muito rígida. Estas superfícies podem se desgastar com o tempo, mas podem proporcionar uma longa vida útil com mínima deterioração, sobretudo quando comparado ao alumínio puro.

É importante que o tipos de fixadores e demais suprimentos de fixação usem os mesmos metais para todas as partes, a fim de evitar a corrosão galvânica. Isto ocorre quando uma pequena corrente elétrica passa entre metais diferentes, e metais macios, como o alumínio, que pode ser mais rapidamente danificado pela ação galvânica. Além disso, para o reforço do metal, os fixadores anodizados estão menos sujeitos à corrosão galvânica, porque o revestimento de óxido de alumínio pode bloquear a corrente elétrica.

Fixadores anodizados são utilizados para personalizar automóveis, e uma razão é que o acabamento anodizado pode facilmente ser colorido de acordo com o utilizador. O acabamento de óxido de alumínio é poroso, o que significa que ele contém muitos pequenos vazios ou aberturas, e não é perfeitamente liso. Estes vazios podem aceitar corantes ou pigmentos coloridos, permitindo que as peças sejam personalizadas com uma grande variedade de cores. A cor torna-se uma parte permanente do revestimento.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Outros metais podem ser anodizados, incluindo o titânio, o que melhora a sua resistência à corrosão em aplicações de aeronaves, onde as peças são expostas a vastas faixas de temperatura e umidade. Soluções de ácido diferentes podem ser utilizadas para fornecer uma gama de revestimentos de óxido, dependendo das especificações das peças. O ácido sulfúrico é o tipo mais comum de anodização, e pode criar revestimentos finos e relativamente espessos. O ácido crômico é utilizado quando revestimentos muito finos são necessários, particularmente para peças que exigem um ajuste muito apertado (tolerâncias estreitas).

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Suprimentos Industriais
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Suprimentos Industriais