O que é engenharia de fatores humanosEngenharia de fatores humanos é um termo generalista utilizado para descrever uma série de disciplinas que estudam como os usuários apreciam e interagem com os produtos. Isso pode incluir design de produto e marca, psicologia do produto, interface do usuário, design e educação. Engenharia de fatores humanos é referida em muitas partes do mundo como a ergonomia, e pode, ocasionalmente, ser chamada apenas de fatores humanos.

O estudo dos fatores humanos baseia-se em especialistas de diversas disciplinas para pintar um quadro mais claro de como um ser humano irá interagir com um produto. Engenheiros, designers, psicólogos e programadores de computador estão envolvidos nessa área do conhecimento. Em algumas situações, outros especialistas podem ser necessários, dependendo do produto específico - produtos educacionais podem precisar das ideias de um profissional de educação, enquanto um programa de fala pode utilizar um linguista para determinar de que forma as pessoas estão mais propensas a interagir com o software.

O objetivo essencial dos fatores humanos é analisar como as pessoas tendem a utilizar um produto e a concepção dele, de maneira que seu uso será algo natural.

----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------


A área de fatores humanos tem suas origens na Segunda Guerra Mundial, quando foi usada para abordar projetos de novos aviões que poderiam ser construídos para permitir que o piloto facilmente assimilasse a grande quantidade de informações que recebia.

Com a popularização dos computadores pessoais, fatores humanos ganharam importância no processo industrial

           Com a popularização dos computadores, fatores humanos ganharam importância no processo industrial

Na década de 1950, fatores humanos tornaram-se uma disciplina de pleno direito, dando origem a um número de campos de nicho, como biomecânica e engenharia de psicologia. O Jornal de Fatores Humanos foi fundado nessa época nos Estados Unidos, inaugurando uma nova era de interação homem-máquina. No início da investigação, fatores humanos tratou principalmente de máquinas industriais e de defesa e as formas como elas interagem com os seres humanos, embora alguns estudos de consumo precoces também tenham sido realizados.

Começando no início de 1980, os fatores humanos deram o salto completo para o reino dos consumidores, especialmente com o advento dos computadores pessoais. A área de desenvolvimento de software precisava de interfaces de usuário fortes que fossem naturais para as pessoas usarem e a engenharia de fatores humanos desempenhou um papel-chave na definição da aparência e dos computadores que usamos hoje.

A engenharia de móveis no local de trabalho também começou a depender fortemente de fatores humanos, em particular a ergonomia ou biomecânica. Cadeiras foram projetadas com a saúde física em mente e mesas foram criadas para oferecer fácil acesso e mobilidade em uma variedade de situações.

Na realidade, a engenharia de fatores humanos procura simplesmente reduzir a sensação de tensão que surge em muitas pessoas quando precisam interagir com uma máquina. Seu objetivo final é uma sensação completamente natural quando se usa qualquer produto, seja tangível ou virtual. O futuro dos fatores humanos é muito promissor, com as revoluções na interação de voz, robótica antropomórfica e sistemas que aprendem e se adaptam às tarefas freqüentes aparecendo em breve em nosso dia-a-dia.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Carreira Industrial
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Carreira Industrial