Exxon conclui prospecção de gás de xisto na PolôniaA gigante Exxon Mobil do setor de petróleo e gás decidiu cessar os trabalhos de testes de prospecção de poços e deixar a Polônia, pois não encontrou a quantidade suficiente do produto para uso comercial, de acordo com funcionários da empresa.

"O fim da exploração de gás de xisto na Polônia significa uma retirada da prospecção na Polônia", disse o porta voz da empresa, Adam Kopysc. "Nós não encontramos constantes taxas de fluxo de hidrocarbonetos em nossos dois locais de perfuração na Bacia de Lublin, perto de Krasnystaw, e da Bacia do Podlasie, perto de Siennica, no sudeste da Polônia”, acrescentou.

Não foi imediatamente possível confirmar a informação. A Polônia tem até 67,8 trilhões de pés cúbicos de depósitos de gás de xisto exploráveis, de acordo com um relatório oficial do Instituto Geológico da Polônia(PIG), publicado em março deste ano.

Tocar os depósitos poderia garantir a independência energética da Polônia em detrimento da Rússia. A Polônia, um país da União Europeia com 38,2 milhões de pessoas, consome cerca de 14 bilhões de metros cúbicos de gás por ano, dois terços deles provenientes da Rússia.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

O governo polonês disse que o país planeja começar a produção comercial de gás de xisto em 2014. Pouco conhecido até cinco anos atrás, o gás aprisionado em xisto sedimentar é visto como tendo o potencial para mudar os mercados globais de energia.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás