Rio +20A Microsoft e outras empresas presentes no fórum de negócios Rio +20, como a ArcellorMittal, tentam provar as suas credenciais de responsabilidade corporativa, mas os críticos permanecem céticos sobre seus compromissos. Cerca de 1.000 chefes empresariais de todo o mundo estão assistindo ao primeiro dos quatro dias do Fórum de Sustentabilidade Empresarial, organizado pela Global Compact.

A Compact, uma iniciativa das Nações Unidas para incentivar as empresas em todo o mundo a respeitar os direitos humanos, trabalhistas, ambientais e princípios de anti-corrupção, tem 7.000 participantes corporativos em 135 países. Ao longo do fórum, serão debatidos seis temas principais. Estes temas são a energia e o clima, água e ecossistemas; agricultura e alimentação, desenvolvimento social, urbanização e das cidades; e economia e financiamento.

No último domingo, 17, a Microsoft anunciou planos para atingir emissões líquidas zero em seus centros de informações, centros de desenvolvimento de software, laboratórios de desenvolvimento de software, escritórios e etc, por impulsionar a eficiência energética e compra de energia renovável.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

"Nós dissemos que teremos emissões neutras de carbono a partir 01 de julho", disse Rob Bernard, estrategista-chefe da Microsoft, ambientalista, em uma conferência de imprensa. Este objetivo será alcançado, em parte, através de compensação, o que significa equilibrar uma quantidade medida de carbono liberado com uma quantidade equivalente capturada, ou comprando créditos de carbono suficientes para compensar a diferença.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia