Processo de vitrificação de resíduosO processo de vitrificação estabiliza resíduos nucleares para um armazenamento seguro. Neste método, o resíduo é misturado com o vidro e aquecido para formar ligas. A mistura de vidro líquido é vertida em tambores e deixada para solidificar. Técnicos selam as latas, livrando-as da possibilidade de contaminação, e depois esses tambores vão para instalações de armazenamento. Essa técnica de tratamento do lixo nuclear é usada em vários países, alguns dos quais processam materiais nucleares para os países que não possuem instalações apropriadas para lidar com ele.

A utilização de materiais nucleares para gerar energia gera um volume relativamente pequeno de resíduos, mas adiciona-se ao longo do tempo. A maior parte destes resíduos pode ser reprocessada para remover elementos úteis, deixando para trás uma quantidade mínima de material com radiação altamente concentrada e perigosa. Produtores de energia nuclear precisam de uma maneira eficaz para controlar a radiação ao longo de gerações, até que o material emita um nível de radiação suficiente para retornar a um estado mais neutro. A vitrificação de resíduos oferece diversas vantagens.

A vitrificação de resíduos é um método muito mais seguro do que manter resíduos em tanques de armazenamento e bunkers subterrâneos, onde ele pode lixiviar para o ambiente e causar problemas ambientais e de saúde pública. As empresas podem também reduzir o volume de material em excesso com essa técnica, o que torna mais fácil configurar e proteger instalações para armazenamento. Os resíduos vitrificados ainda são perigosos, mas podem ser eficazmente controlados dentro dos tambores de armazenagem.

Resíduos nucleares vitrificados em cápsulas de armazenagem

                                                Resíduos nucleares vitrificados em cápsulas de armazenagem

Produtores de energia nuclear podem optar por usar a vitrificação de resíduos de combustível nuclear usado e outros resíduos de várias maneiras diferentes. Uma delas é a criação das instalações no local para processar seu próprio material nuclear descartado. Outra opção é transportá-lo em recipientes seguros para outro local onde a vitrificação de resíduos pode ser realizada. Se isso envolve cruzar fronteiras internacionais, os resíduos podem ser processados mais tarde, ao retornarem ao país que o originou para a devida disposição final.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

O tratamento do lixo nuclear é um tema complexo. A técnica de vitrificação não resolve o problema da radioatividade, apenas garante que os resíduos sejam descartados de uma forma razoavelmente segura. Usuários de combustível nuclear precisam pensar sobre os impactos de processamento e armazenamento ao longo de centenas e, às vezes, milhares de anos. Isto requer considerações, como a construção de instalações de armazenamento adequadas e criação de sinais de alerta eficazes, bem como avisos que podem ser entendidos pelas gerações futuras.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Energia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Energia