Chevron IraqueNesta terça-feira, 24, o governo do Iraque impediu a companhia do setor de energia, petróleo e gás Chevron de trabalhar em regiões não-curdas do país, depois que a empresa comprou dois blocos exploratórios na região autônoma curda, contra a vontade do governo central, localizado em Bagdá.

O anúncio acontece após a Chevron anunciar as aquisições em 19 de julho deste ano, provocando uma resposta semelhante à empresa americana ExxonMobil, por parte do Ministério do Petróleo Federal, em como lidar com a exploração no país.

"O ministério anuncia o cancelamento da qualificação da empresa americana Chevron, e a impede de acessar qualquer contrato ou acordo com o Ministério do Petróleo Federal e suas empresas, a menos que cancele o contrato que assinou", disse autoridades do Ministério do Petróleo.

O governo central diz que todos os contratos de petróleo devem passar por Bagdá. A empresa Chevron afirmou em 19 de julho que comprou 80% de participações nos blocos Rovi e Sarta da Reliance, da Índia.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

O anúncio foi feito depois de o premiê iraquiano, Nuri al-Maliki, prometer, neste mês, tomar as "medidas necessárias" caso a ExxonMobil implemente um acordo controverso de exploração de petróleo com o Curdistão. A disputa sobre contratos de petróleo é um dos vários problemas entre o governo central em Bagdá e autoridades curdas em Arbil.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás