Ford Escape enfrenta novo recall mundialA Ford divulgou o recall de quase 485 mil SUVs do modelo Escape para corrigir pedais defeituosos que podem causar acidentes. O chamado abrange unidades em todo o mundo fabricadas entre 2001 e 2004, alimentadas por motores com controle de cruzeiro de 3-litros V-6. O anúncio chega apenas uma semana após reguladores norte-americanos de segurança começarem a investigar os SUVs.

A National Highway Traffic Safety Administration, dos EUA, recebeu 68 queixas sobre o problema, incluindo 13 acidentes, nove feridos e uma morte. Uma adolescente morreu em um acidente com o veículo no Arizona, em janeiro.

Este é o terceiro recall em apenas duas semanas para o Escape, que foi o SUV mais vendido nos EUA no mês passado. Na semana passada, Ford pediu recall de 11.500 de todos os novos carros modelo 2013 com motor de 1,6 litros, pois as linhas de combustível poderiam quebrar e vazar gasolina, causando incêndios. Poucos dias antes, anunciou um problema de estofamento do tapete, que poderia interferir na frenagem de 10 mil Escapes 2013.

----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Nas Escapes mais antigas, que são completamente diferentes dos modelos 2013, os cabos de controle de cruzeiro podem prender na tampa de plástico em cima do motor e fazer com que os pedais fiquem para fora, afirmou a empresa. Para que o problema aconteça, os pedais devem ser empurrados ou ficar perto do chão e os cabos de controle de cruzeiro devem ter sido dobrados ou movidos de sua posição original, disse a porta-voz da Ford, Marcey Zwiebel. "Esta não é uma situação em que o motor irá acelerar ou entrar em um estado totalmente aberto por conta própria", disse ela.

Concessionárias vão substituir os parafusos na tampa do motor, elevando-o assim o espaço para o cabo de controle de cruzeiro. Zwiebel disse que vai levar algumas semanas para distribuir as peças. Enquanto isso, os proprietários devem levar seus veículos para as concessionárias, que irão desligar o controle de cruzeiro e eliminar o risco de o problema acontecer.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas