Como é feito um teste pneumáticoUm teste pneumático verifica a capacidade de pressão ou testa a pressão real do sistema. Um tipo de teste de pressão, inclui entre seus equipamentos medidores que leem a pressão e uma fonte de gases comprimidos. O teste de pressão é crítico para uma série de áreas industriais, por razões de segurança e para o bom funcionamento do equipamento.

Se o fluido usado para pressurizar o sistema é líquido (geralmente água), o ensaio é chamado de teste hidrostático. Um ensaio pneumático implica que o fluido utilizado seja um gás, normalmente ar ou um gás inerte.

-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------


Ao determinar a capacidade de pressão de um sistema, todas as portas do sistema estão fechadas, exceto aquela através da qual o fluido é adicionado até que a pressão para o sistema seja obtida. Isso pode não acontecer devido a fugas ou falhas no sistema, que resultarão em arrebentamento.

Um teste pneumático é muito mais perigoso do que um hidrostático, devido ao maior teor de energia de um gás comprimido. Este tipo de avaliação é limitado a pressões mais baixas ou sistemas menores.

Uma lesão grave ou morte podem ocorrer devido a explosões durante um teste pneumático. Procedimentos de segurança nesses casos são amplamente documentados em referências de engenharia e segurança do trabalho. A Sociedade Americana de Engenheiros Mecânicos (SME) imprime o Código de Caldeiras e Vasos de Pressão (BPVC) e oferece programas de treinamento e certificação para engenheiros em todo o mundo.

Para medir a pressão, um manômetro de pressão com um diafragma deformável em seu interior é usado. A pressão é a diferença entre a pressão do sistema e a pressão atmosférica relatada em libras por polegada quadrada manométrica psig, (kPa/cm2 manométrica).

Na concepção de um reator, em que pode ser necessário saber a pressão de funcionamento a partir de um ponto de vista cinético ou termodinâmico, a utilização de cálculos da lei de gás é necessária. A pressão atmosférica de 14,7 psi (101,3 kPa) deve ser adicionada à pressão manométrica para obter a pressão total do sistema.

Explosão após teste de pressão

Explosão após teste de pressão

Uma desvantagem desse método é a introdução de água em sistemas que não poderiam receber o líquido. Para testar grandes sistemas de alta pressão, uma baixa pressão pneumática de ensaio pode ser usada para detectar fugas, seguida por um ensaio hidráulico de alta pressão no fabricante antes da instalação.

Como alternativas, metanol ou outro hidrocarboneto líquido podem ser utilizados no lugar de um teste pneumático. Teste de vácuo é limitado a baixas pressões também, mas é menos perigoso e é frequente em laboratórios para verificar vazamentos em instalações de vidro.

Um exemplo comum de medição de pressão é a utilização de um manômetro para medir a pressão dos pneus de automóveis. Um mecânico também mede a compactação de um motor de automóvel, ligando o veículo e medindo a pressão em cada um dos êmbolos. Sistemas criogênicos, como os utilizados em cirurgia, e equipamentos de refrigeração muitas vezes são pneumaticamente testados.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Manutenção
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Manutenção