O que é RFIDRadio Frequency Identification (RFID) usa pequenas etiquetas eletrônicas de identificação como dispositivos sem fio.

As etiquetas RFID passivas não necessitam de fonte de alimentação padrão, mas utilizam uma antena para pegar um pouco de energia e transmitem uma resposta de volta para um receptor. A tecnologia remonta a pelo menos 1945, mas só começou a alcançar popularidade e viabilidade financeira nos primeiros anos deste século.

As menores etiquetas do tipo RFID medem apenas 0,15 mm, mas elas devem ser ligadas a uma antena que normalmente tem o tamanho de um selo.

Tecnologia de etiquetas de radiofrequência podem revolucionar a logística

Tecnologia de etiquetas de radiofrequência podem revolucionar a logística

Além dos tipos passivos, existem também as etiquetas ativas, que são ligeiramente maiores - aproximadamente do tamanho de uma moeda. Elas vêm com suas próprias fontes de energia e operam em uma força maior de sinal a longas distâncias. Essa variedade pode ser usada como intermediários entre etiquetas passivas e um leitor central ou computador.

Uma tag RFID tem informações sobre o objeto que está anexado. Se você fizer essa marcação em tudo na sua casa, pode andar com um receptor e apontar para qualquer objeto e o receptor vai dizer o que exatamente está apontando. A tecnologia funciona mesmo se não houver um meio intermediário entre a etiqueta e o receptor.

Essa tecnologia começa a ser usada comercialmente na indústria naval. A ideia é que cada caixa seja marcada para permitir a identificação fácil e automatizada. Se adotada de forma massiva, a tecnologia agilizaria bastante os processos de envio.

Alguns especialistas, no entanto, afirmam que o custo de uma única etiqueta terá de ser menor do que 5 centavos de dólar para o seu uso generalizado se tornar rentável.

-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Em 2006, as principais empresas de cartões de crédito começaram a oferecer cartões com tecnologia RFID implantada, permitindo que o cartão seja usado sem um leitor magnético. Algumas garrafas de medicamentos vêm com essas tags, permitindo que idosos cegos identifiquem seu conteúdo e data de validade. Essas marcas foram instaladas para pagamentos automatizados de todos os tipos, tais como pagamentos de pedágios em estradas.

É possível implantar essas etiquetas sob a pele, que interoperam com sistemas de segurança domésticos. Por exemplo, um robô RFID pode simplesmente acenar a mão em frente a uma porta, fazendo com que um receptor embutido identifique sua marca única e abra.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Armazenagem & Logística
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Armazenagem & Logística