Revestimento de pó de poliésterRevestimento de pó de poliéster é um tipo de revestimento com material seco pulverizado sobre uma peça de trabalho e, em seguida, a substância é curada para formar uma camada protetora. Este método de cobrir e proteger objetos tem inúmeras vantagens sobre os convencionais revestimentos úmidos. O recobrimento em pó de poliéster cria um acabamento mais forte e mais durável, bem como é mais econômico e mais seguro para o meio ambiente se comparado a muitas outras formas de revestimentos líquidos. Como resultado, os sistemas de revestimento em pó têm se tornado comuns em processos industriais e comerciais.

Na maioria dos casos, um tratamento superficial com pó de poliéster começa com o uso de grânulos de poliéster industrial. Estes grânulos variam em tamanho, dependendo de como foram produzidos. Os grânulos são misturados com agentes corantes e produtos químicos e, em seguida, são inseridos em uma extrusora onde a mistura é aquecida até derreter e formar uma única substância. A máquina de extrusão ejeta o material misturado; depois, ele é laminado plano e deixado para secar. As folhas secas são divididas e moídas até virar pó.

Existem dois principais tipos de recobrimento de poliéster em pó: os termoendurecíveis e termoplásticos. Um revestimento termoendurecível sofre uma reação química quando aquecido, fazendo com que a camada externa seja mais forte do que as suas partes constituintes. Um revestimento termoplástico simplesmente funde-se durante o processo de cura. Enquanto as películas de proteção termoplásticas não são tão fortes como as termoendurecíveis, elas são consideradas mais fortes do que a maioria dos convencionais revestimentos úmidos.

Pó de poliéster colorido

Pó de poliéster colorido

O método mais comum de usar um revestimento de poliéster em pó é no revestimento eletrostático. O pó é pulverizado através de um sistema que confere uma carga positiva às partículas. Estes sistemas podem conter um pulverizador manual simples ou pode ser uma grande câmara de pulverização fechada. Quando o pó atinge a peça de trabalho, a diferença de carga elétrica faz com que as partículas se unam.

Depois de a peça de trabalho estar completamente revestida, ela é colocada num forno de cura. Estes fornos são geralmente grandes fornos convencionais, semelhantes aos encontrados em uma cozinha industrial. Dependendo da peça de trabalho, o processo de cura pode durar alguns minutos, ou, até mesmo, dias.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Além da maior resistência, há uma série de razões pelas quais o revestimento de poliéster em pó tornou-se mais popular. Um dos motivos é o menor custo do processo. O procedimento tem menor propensão a defeitos, o que reduz os custos do tratamento. Em segundo lugar, o pó não adere à peça de trabalho e pode ser recolhido e reutilizado, ao contrário dos revestimentos molhados, em que qualquer excedente é perdido. Por fim, a máquina para criar um sistema de pó seco geralmente custa menos do que um sistema molhado.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Metal Mecânica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Metal Mecânica