Como é feito um teste de atritoUm teste de atrito determina o quanto de força é necessária para colocar um material em movimento e mantê-lo em movimento sobre uma superfície de testes.

Essa avaliação, geralmente conduzida por empresas de testes de materiais, também serve para observar as propriedades de desgaste de componentes em produtos como lubrificantes. Pode ser necessário para fins de rotulagem e também para pesquisa e desenvolvimento, mesmo se a informação dos testes de fricção não chegar ao público final.

Teste de fricção para avaliar óleo lubrificante

Teste de fricção para avaliar óleo lubrificante

Em um teste de fricção básico, o material de amostra é colocado numa máquina que pode exercer uma força precisamente calculada e medida. Ela empurra o material contra uma superfície de ensaio, geralmente feito de um material diferente. Um técnico acompanha o teste, tomando nota de quando a amostra começa a se mover e quanta força foi necessária para move-la. O equipamento também é capaz de determinar a quantidade de força necessária para manter o movimento e fazer a parada.

Uma aplicação importante do teste de atrito é o desenvolvimento de produtos que precisam se mover por rolos e outros equipamentos semelhantes. Isto inclui papel para impressão de plástico, utilizados em embalagens e similares. Se estes materiais exigem muita força para se mover, eles podem encravar, provocando problemas na linha de produção. Produtos extremamente escorregadios podem vir com suas próprias questões, como alimentação muito rápida, que pode criar rusgas.

O estudo de atrito ajuda, ainda, a coletar informações sobre propriedades de materiais utilizados em aplicações onde a segurança é uma preocupação.

Pisos e pavimentação, por exemplo, não podem ser muito lisos ou vão provocar quedas nos usuários. Neste tipo de teste de atrito, os operadores podem tentar um teste a seco ou com derramamento de materiais líquidos, como água e óleo. Isso garante que produtos como o revestimento da cozinha, por exemplo, será seguro não apenas em condições ideais, mas também quando há algum líquido derramado no chão.

----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------


Os plásticos costumam ser submetidos a testes de atrito para saber mais sobre como eles irão se comportar em uso ativo. Isto inclui um ensaio de força para danificar propositalmente o plástico.

No caso dos lubrificantes, equipamentos de teste podem ser girados ou agitados em alta velocidade para simular ambientes como motores. Isso ajuda os operadores a determinar quando o lubrificante começa a falhar. Os resultados determinam a classificação do lubrificante, que é importante para os motoristas e mecânicos na hora de escolher o produto certo para as suas necessidades.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Manutenção
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Manutenção