A Petrobras bateu hoje, 12 de agosto, na Bacia de Santos (SP), o recorde nacional de perfuração, abrindo uma nova fronteira exploratória na plataforma continental brasileira. O recorde, de 6.915 metros de profundidade inclinada – equivalendo a uma profundidade vertical de 6.407 metros - foi alcançado no poço RJS-617-D do bloco BM-S-10, localizado a cerca de 200 quilômetros da costa sul da cidade do Rio de Janeiro. O recorde anterior da companhia era de 6.397 metros de perfuração vertical, no poço ESS-120, na Bacia do Espírito Santo, em 2003.

Com essa profundidade, a Petrobras ultrapassou a camada de sal da Bacia de Santos e atingiu a denominada “seção Pré-Sal”, onde se prevê a localização de promissores reservatórios de óleo leve e gás. Uma conquista alcançada graças a novos avanços tecnológicos obtidos pela área de engenharia de poço da companhia e dos investimentos na aquisição de dados geológicos e sísmicos em terceira dimensão (3-D).

O RJS-617-D está situado em uma lâmina d’água de 2.038 metros e é o primeiro poço perfurado no bloco BM-S-10. Esse bloco é operado pela Petrobras, que detém 65% dos investimentos, em parceria com as empresas BG Group e Partex, que participam com 25% e 10%, respectivamente. O investimento total previsto nesse bloco deverá ultrapassar US$ 50 milhões.

Autor(es): Petrobras

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas