Volvo exige que fornecedores reduzam os preços em 20%A Volvo Cars emitiu um ultimato aos seus fornecedores suecos, dizendo-lhes que teriam que cortar os preços em um quinto até 2015, informou o jornal econômico sueco Dagens Industri nesta sexta-feira, 14.

Axel Maschka, o diretor de compras para a empresa, disse que cerca de 400 representantes de sub-empreiteiros ativos na Suécia devem baixar os preços em 20%. Esta é a condição para que elas participem no plano de expansão lançado pela Volvo para a fabricação de 800.000 veículos em 2020.

A Volvo vendeu 449.000 veículos em 2011, e metade deles foram comercializados na Europa. A montadora deficitária, que foi adquirida pela empresa chinesa Geely da Ford em 2010, quer quadruplicar as vendas na China para 200 mil veículos por ano, um montante superior aos 47.000 vendidos em 2011.

Volvo tem se esforçado para aumentar a demanda, e anunciou no início de setembro que perdeu 254 milhões de coroas suecas (moeda corrente no país) no primeiro semestre.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Maschka não confirmou seu ultimato para Dagens Industri, mas disse que espera aumentar a oferta da empresa da China, a fim de cumprir a meta de vendas para 2020."Estamos planejando comprar cerca de 25% de fornecedores chineses. Vamos reforçar a nossa cooperação com a Geely sobre nossas compras na China", disse ele.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas