Nissan prevê crescimento de dois dígitos em 2013A montadora japonesa Nissan informou, no último dia 12 de setembro, que espera crescimento de dois dígitos nas vendas neste ano fiscal devido à demanda na China, apesar da fraqueza contínua na economia europeia.

O chefe executivo da Nissan, Carlos Ghosn, explicou que a companhia está confiante que vai atingir a meta de vendas de 5,35 milhões de unidades para o ano fiscal que termina em março de 2013. "Continuamos a ver o crescimento nos próximos seis meses", disse Ghosn.

A montadora do setor automotivo, que está se expandindo na China, anunciou em junho deste ano que iria construir uma fábrica de US $ 784 milhões na China, atualmente, o maior mercado de automóveis do mundo, através de sua joint venture com a Dongfeng Motor Group, da China.

A nova fábrica, na cidade nordeste de Dalian, está programada para começar a produzir veículos de passageiros da marca Nissan em 2014, com uma capacidade anual de produção de 150.000 unidades, destacou a empresa japonesa em comunicado.

O investimento é parte dos esforços da Nissan de cumprir seu objetivo de vender dois milhões de carros China a partir de 2015. A Nissan, segunda maior montadora do Japão, não tem planos de reduzir suas metas de vendas para a China, apesar da disputa territorial entre China e Japão sobre uma cadeia de ilhas no Mar da China Oriental, salientou Ghosn.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

"Se há qualquer impacto sobre nossas vendas, isto não é algo que podemos identificar facilmente", disse ele, acrescentando que ainda vê "um crescimento econômico muito saudável" na China.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas