A fabricante brasileira de compressores Embraco estuda a possibilidade de duplicar a capacidade de produção de sua fábrica na China. A unidade, uma joint-venture com a estatal chinesa Snow Flake, produz hoje 1,9 milhão de compressores por ano. A capacidade seria aumentada para cerca de 3,5 milhões de unidades. A Embraco tem 55% da joint-venture, que custou às duas partes US$ 53 milhões para ser implantada em Pequim, em 1995.

Segundo o diretor financeiro e de relações com investidores da Embraco, Elson Teixeira, o estudo de viabilidade da ampliação da fábrica chinesa será concluído pela joint-venture este ano. O investimento poderia ser feito já no ano que vem.

A Embraco Snow Flake - como a joint-venture foi batizada - tem 9% do mercado chinês de compressores, peças que compõem os refrigeradores. A fábrica já exporta para a Europa e a Turquia. Teixeira informou que o objetivo é transformar a Embraco Snow Flake em uma plataforma de exportação para a Ásia. O executivo foi um dos palestrantes do seminário 'Brasil China no século XXI' promovido nesta segunda-feira pelo BNDES.

Autor(es): Globo Online

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas