Fábrica da Foxconn explode em violênciaCerca de 5.000 policiais foram mobilizados para controlar uma briga em massa entre os trabalhadores de uma fábrica da Foxconn no norte da China, informou a mídia estatal nesta segunda-feira, 24, depois que a fábrica foi fechada durante todo o dia.

A unidade industrial da gigante de eletrônicos chinesa fornece produtos para Apple (IW 500/9) e outras empresas de tecnologia, mas está sob os holofotes depois de uma série de suicídios em suas fábricas nos últimos dois anos.

Fotos publicadas on-line, cuja a autenticidade não pôde ser confirmada, mostrou multidões de trabalhadores, um edifício com janelas quebradas e um carro da polícia capotado, entre outros danos.

Em um comunicado da matriz da Foxconn em Taiwan, a empresa declarou que o incidente começou "como uma disputa pessoal entre vários funcionários" em um dormitório privado gerido por trabalhadores da fábrica em Taiyuan, na província de Shanxi.

Cerca de 2.000 trabalhadores se envolveram e, depois de quatro horas, a polícia conseguiu controlar a situação, mas 40 pessoas ficaram feridas. Mas a agência de notícias estatal chinesa Xinhua disse que uma briga entre trabalhadores de duas diferentes províncias chinesas atraiu mais de 10.000 espectadores, provocando o caos.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Cerca de 5.000 policiais foram enviados para o local, citando funcionários do governo, e eles precisaram de 10 horas para colocar a situação sob controle. Foxconn, a maior fabricante mundial de componentes de computadores, monta produtos para Apple, Sony (IW 1000-1039) e Nokia (IW 1000-1086), entre outros.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas