Aço carbono médioO aço é uma liga de metais que consiste essencialmente de ferro e contém entre 0,2 e 2,1% de carbono. Todo aço contém carbono, mas o termo "aço carbono" se aplica especificamente ao tipo que tem o componente como liga principal.

Aço de carbono médio é aço carbono que contém entre 0,30 e 0,60% de carbono. Ele também tem um teor de manganês entre 0,6 e 1,65%.

Este tipo de aço proporciona um bom equilíbrio entre resistência e ductilidade e é comum em muitos tipos de peças feitas com o material.

O ferro consiste em uma rede cristalina de átomos que permitem que eles deslizem uns sobre os outros, fazendo com que o ferro puro fique relativamente macio. O carbono do aço reduz essa tendência, fazendo com que o aço de carbono médio seja mais duro do que o ferro.

----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Elementos adicionais, como crômio, manganês, tungstênio e vanádio, também podem atuar como agentes de endurecimento do aço. A proporção exata desses elementos determina as propriedades específicas do composto.

Carbono adicional faz com que o aço fique duro, mas também mais quebradiço, então a fabricação de aço carbono requer um equilíbrio entre a dureza e ductilidade. Os usos mais comuns de aço de carbono médio estão em máquinas e equipamentos pesados, como eixos, virabrequins, acoplamentos e engrenagens. Aço de carbono médio, com um teor de carbono entre 0,4 e 0,6% é comumente utilizado no setor ferroviário para fazer eixos, trilhos e rodas.

O tratamento de calor, feito por uma série de métodos diferentes, altera significativamente as propriedades mecânicas do aço médio, como a dureza, ductilidade e resistência. O processamento térmico do aço pouco afeta outras propriedades, como a sua capacidade para conduzir calor e eletricidade.

Peças industriais de aço de carbono médio

Peças industriais de aço de carbono médio

O teor de carbono e de manganês no aço de carbono médio faz de têmpera e resfriamento os métodos mais comuns de tratamento térmico para este tipo de aço. Este processo geralmente envolve o aquecimento do aço repetidamente até cerca de 723 ° C e arrefecimento rápido por têmpera em um líquido, como óleo ou água. A temperatura e tempo do processo permitem que o fabricante controle precisamente as propriedades finais do aço.

O processo de endurecimento afeta apenas o exterior do aço. Isto produz uma superfície dura, com o exterior à prova de água com um interior mais dúctil. O aço carbono é frequentemente endurecido porque é difícil enrijecer uma peça grossa desse metal completamente. O aço com mais agentes de liga do que de carbono médio tem uma maior capacidade para ser endurecido e pode não precisar desse processamento.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Metal Mecânica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Metal Mecânica